Postagens populares

A Teoria de Tudo

20 março 2015 Nenhum comentário

Título Original: The Theory of Everything
Sinopse: Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.
Duração: 2h 3min
Diretor: James Marsh
***
Esse filme está em cartaz há um bom tempo aqui, e fui deixando para depois até que essa semana fui ao cinema e nenhum outro filme em cartaz me interessou, e aproveitei pra assisti-lo ainda no cinema (por que por mais que eu ame assistir filmes na minha casa, ir ao cinema tem quase uma magia especial).
 Sabe eu tenho uma mania muito grande de comprar livros e assisti filmes sem ler a sinopse, é que eu gosto de me surpreender por completo. E esse filme aconteceu isso.

Jane Hawking: Quero ficar ao seu lado enquanto ainda temos tempo. E se não durar muito - é o que nós temos. Vai ser suficiente.

Eu não sabia que era uma cinebiografia do físico Stephen W Hawking, talvez isso tenha influenciado bastante, por que se eu soubesse imaginaria que seria um filme chato sobre física, mas não. Não é focado na vida profissional dele, mas na pessoal. Com 21 anos ele foi diagnosticado com uma doença degenerativa, e a estimativa de vida de apenas dois anos. E mesmo com a doença a sua até então namorada Jane quer se casar com ele, e é com ela que nos emocionamos, com a sua força, esperança, cuidado e amor. Uma lição de vida incrível.

Jane Hawking: Eu o amo e ele me ama. Nós vamos lutar conta essa doença juntos.

A atuação do ator Eddie Redmayne beira a perfeição, e não só por isso é um filme que merece ser assistindo. A fotografia do filme é linda e encantadora, a maquiagem dos atores conforme os personagens vão envelhecendo é maravilhosa.
Enfim, um filme que merece ser assistido.

Stephen Hawking: Por muito má a sua vida possa parecer, sempre há alguma coisa que você pode fazer e ter sucesso. Enquanto há vida, há esperança.



Como Se Fosse a Primeira Vez

12 março 2015 Nenhum comentário

Sinopse: Adam Sandler e Drew Barrymore estrelas juntos pela primeira vez depois de Afinados no Amor uma das comédias românticas mais divertidas em anos. Herry Roth (Sandler) vive uma vida invejável em um paraíso havaiano, passando todas as noites com turistas exuberantes à procura de diversão na ilha. É uma bela vida, sem compromissos...  até que ele conhece Lucy (Barrymore). Ele e Lucy se dão bem desde o inicio, mas, no dia seguinte, ela age como se não o conhecesse. Será que ele está levando o troco por todos os anos de cafajeste ou o que? Na verdade Lucy sofre de perda de memória recente, então a noite, todo o seu dia é apagado de sua mente. Mas um homem apaixonado irá tentar de tudo para conquistar a mulher de seus sonhos, e se isso significa ter que encontrar jeitos criativos de conquistá-la todos os dias, então Henry topa o desafio. Rob Schneider (O Paizão) e Sean Astin (trilogia O Senhor dos Anéis) co-estrelam Como Se Fosse A Primeira Vez, que irá ganhar sua simpatia toda vez que você assisti.
Duração: 99 min
Direção: Peter Segal
***
Acreditem, o que está escrito no final da sinopse é pura verdade. Esse filme irá conquistar você todas às vezes que você assisti, do mesmo jeito que o Henry conquista a Lucy todas as manhãs. Não só vai conquistar quanto de arrancar boas risadas, por que sério gente, tem algumas cenas desse filme que eu rolo de rir no sofá, fico até com vergonha de assistir acompanhada :D
Com certeza é um dos filmes de comédia romântica que mais amo na vida e não me canso de assistir. Tudo tá incrível, romance e comédia na dose certa, Adam Sandler é perfeito para parte da comédia e um fofo na parte romântica, Drew Barrymore é linda, uma das atrizes que amo. e os dois juntos ficou incrível. 
E a mensagem que o filme passa é linda, tanto do amor do pai e do irmão da Lucy por ela, quanto pelo esforço e amor do Henry, mas sempre me pergunto será que na vida real alguém estaria disposto a fazer tudo isso por outra pessoa? Eu espero de todo coração que existam pessoas assim em algum lugar.
Assistam e se apaixonem! 

P.s. Obrigada Gean (meu primo) pela indicação, foi tipo há milhares de anos haha, mas sempre lembro que foi você que me indicou.. E obrigada também por ter influenciado meu gosto musical, foi mexendo escondido na sua coleção de CDs que me apaixonei por Cássia Elle, Nirvana, Nando Reis e outros.
P.s. 2 Nem sei por que, mas deu saudade, e com isso veio a vontade de agradecer, mesmo sabendo que possivelmente você nem vai ler isso hehe



O Livro Que Faz Amar os Livros, Françoize Boucher

09 março 2015 4 comentários


Sinopse: O livro que faz amar os livros - Esse é um livro hiperengraçado, que traz cinquenta razões para se devorar o máximo de livros durante a vida toda, sem engordar. Ao mesmo tempo, os leitores encontrarão um livro que os matará de rir, que descreve em imagens e em sentido próprio tudo o que os livros podem fazer em uma vida toda: como se enriquecer em contato com temas apaixonantes? Como se identificar com um herói sem perder o pé da realidade? Como nunca se sentir só, mesmo calado, lendo?… Todos os prazeres ilustrados com desenhos que fazem gargalhar. Até os mais resistentes à leitura se deixarão levar pelas ilustrações e pelo texto irônico e bem-humorado da autora.
Nº de páginas: 112
Autor(a): Françoize Boucher
Editora: Pá de Palavra
***
Primeiramente, não gosto muito de fazer resenhas negativas, por que do mesmo jeito que eu posso odiar um livro, alguém pode amar e vise versa. Mas com esse livrinho foi uma decepção, eu esperava que teria partes maravilhosas estimulado a leitura, demonstrando todo amor que quem ama livros sente, e todas as vantagens.
Ok, tem algumas partes que estimula com clareza (essas duas das fotos que tirei) o restante é tudo muito fantasioso e fora do normal. Esperava coisinhas bem fofinhas e encontrei coisas meio idiotas. Desculpe quem gostou, mas se eu já não amasse os livros, esse livro não influenciaria em nada. Talvez para as crianças ele acabe provocando um efeito diferente. Vou ler para os meus sobrinhos emprestados que arranjei aqui em Salvador e conto para vocês.



Assim do meu jeitinho.

07 março 2015 Nenhum comentário


Para que definir relacionamentos? O importante mesmo é sentimento, e isso meu bem nós temos de sobra. Eu tenho de sobra. O que importa para mim é eu poder te amar. 
E vou te amar de um jeito leve, deitar nos seus braços, sentir seu cheiro, sem precisar de palavras. Acariciar seu rosto, beijar sua boca levemente. E também te amarei como tempestade, olhar nos seus olhos e correr para seus braços, para sua boca com desejo, com vontade, com saudade.
Esperarei os nossos encontros, por que te amo com liberdade. Minha casa sempre será sua também, foi aqui que você se mostrou ser um homem com personalidade única, que desse meu jeitinho vou amar. Vou te amar por que vive do seu jeito e me permite ser do meu jeito. E essas diferenças só faz com que eu tenha certeza, você é perfeito para mim e eu sou perfeita para você.
Vou te amar com cada parte do meu corpo, nos dias ruins, nos dias bons, nas discussões, no silêncio, você longe ou perto, na saudade, e também na hora que um enjoar do outro, com ou sem ligações, com ou sem `bom dia´. Vou te amar assim diferente e sem ideais de amor perfeito.



Vlog: Mudança Lajedão/Salvador 05/02/2015

Nenhum comentário




Deixa Estar

06 março 2015 Nenhum comentário

Seres humanos, principalmente nós mulheres, temos uma incrível capacidade de criar expectativa sobre tudo, relacionamentos então nem se fale. conhecemos um rapaz e gente do céu já imaginamos o noivado, o casamento, os filhos. Ok, fui longe agora, mas, já planejamos todo o namoro, todas as falas, as cenas. Só que a expectativa é a mãe da merda, frase verdadeira essa. O rolo não vira namoro, o namora não é oficializado, e tantos outros casos, e o sofrimento vem.
Mas, olha menina, deixe estar. Não se incomode se ele não ligar, veja bem você pode ligar, porém, se seu carinho não for retribuído, se levar um fora, desligue e siga sua vida, bem assim como você é, linda e leve. 
Eu não sei muito da vida, falo como mulher, tento agir como mulher, mas aqui dentro ainda existe uma menina cheia de sonhos, dúvidas e amores. Mas com o pouco que vivi, e no último mês tive certeza, é que quando você menos espera algo bom acontece, às vezes as surpresas vem de pessoas que você nunca imaginou que te surpreenderia, e às vezes a vida te surpreende com novas e incríveis histórias. Então viva, sem expectativas, sem muitos planejamentos.
`Deixe estar que o que for pra ser vigora... (Encontro, Maria Gadú)´




Os Heróis do Olimpo #1 - O Herói Perdido, Rick Riordan

02 março 2015 Nenhum comentário

Sinopse: O Herói Perdido - Novos e conhecidos personagens do Acampamento Meio-Sangue dividem espaço nesse primeiro volume da série Os heróis do Olimpo. Rick Riordan volta ao universo de Percy Jackson e os Olimpianos com ainda mais aventuras, humor e mistério.

Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia.

Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes - semideuses dos quais todos já ouvimos falar... e muito.
Nº de páginas: 440
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
***
Assim que a guerra contra os titãs terminou em agosto, uma nova profecia surgiu, mas ninguém esperava que começaria a acontecer tão rápido, alguns meses depois, Jason acordou em um ônibus sem saber que era e quem era as pessoas que se diziam suas amigas Piper e Leo, no caso de Piper namorada. Jason só se lembrava de seu nome.
Como todo livro de Rick Riordan, não para de acontecer aventuras, e logo Piper. Jason e Leo vão para o já conhecido (por nós que já lemos a série de Percy Jackson hehehe) Acampamento Meio Sangue, e lá descobrem que um dos campistas desapareceu, no caso Percy Jackson. E que a deusa Hera foi sequestrada e precisa ser salva, por que se não algo pior acontecerá.
Logo que foi anunciada essa nova série, de cara eu pensei que seria uma jogada de marketing em fazer uma continuação de uma série já famosa. Mas o livro segue a mesma linha, não nos deixar parar de ler. E com o diferencial, o livro é narrado pelos três personagens principais, e eu amo isso em livros, poder ver a história de vários ângulos diferentes.
Tenho esse livro desde 2011, li antes, mas esperei completar a série para reler os dois primeiro, fazer resenha e poder ler logo em seguida os outros livros que dão continuidade.
 
Desenvolvido por Michelly Melo.