A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista


A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista / The Statistical Probability of Love ata First Sight

Sinopse: E se? Três letrinhas com o peso das decisões. E se você pegar o metrô e não o ônibus? Sorrir para um estranho ou abaixar o rosto? E se Hadley tivesse saído de casa mais cedo? Quatro minutos. Duzentos e quarenta segundos. Por conta desse pequeno imprevisto cronológico, ela perde o voo. Mas encontra seu destino. Quem pode dizer que isso não faz parte de algum plano cósmico?
Quando acorda naquela manhã, Hadley só pensa que aquele será o pior dia de sua vida. Sim, ela vai para Londres. Sim, a cidade parece ser tudo o que os folders de turismo prometem. Mas o que a espera ao aterrissar em Heathrow não é a guarda da rainha. Nem o alegre badalar do Big Ben. É o fim de sua família. O novo casamento do pai - com uma sofisticada inglesa - , em meio a novos amigos, outros parentes. Uma vida sem ela.
Com o excesso de bagagem afundando seu coração, ela espera outro avião. E acaba conhecendo Oliver, um britânico lindo que a ajuda com a mala. Tanto a física quanto a emocional. Num golpe de sorte, acaso, fatalidade ou fortuna, ele ocupa o assento ao lado. E ambos cruzam o Atlântico discutindo o futuro, sentimentos, Dickens, literatura, o estofo das nuvens. Ou dos sonhos.
Mas depois de chegar a solo inglês, cada um segue seu rumo. Afinal, o que são algumas horas em meio à turbulência e ao péssimo serviço de bordo? Oliver e Hadley têm muito mais com que se preocupar do que o que declarar à aduana. Tudo não passou de um encontro fortuito, certo? Não trocaram telefones... Qual a probabilidade de se encontrarem de novo? Afinal, qual a probabilidade de terem se apaixonado... à primeira vista?
Autor: Jennifer E. Smith
Nº de Páginas: 223
Editora: Galera Record
***
Hadley ainda está ressentida com o seu pai, por ter abandonado ela e a mãe, e agora com o casamento do pai com uma mulher que ela nunca viu na vida, e sendo obrigada a ser a madrinha desse casamento, ela sente tudo piorar. E perder o voo, e ficar em um aeroporto por horas com muita gente faz com que seu pânico fique pior. Mas as coisas começam a melhorar, quando um garoto se oferece para olhar a mala dela, e eles começam a conversar, ela descobre que ele é britânico e que estuda em YALE, tão perto dela. E  no avião tudo fica melhor quando sentam-se lado a lado 
É uma história clichê, mas como vocês bem sabem (ou se não sabem, ficam sabendo agora hehe) eu amo clichês. Mas esse clichê se torna mais interessante porque toda o livro se passa no período de 24 horas, muitas coisas acontecem nesse tempo, e quem poderia imaginar que tanta coisa poderia acontecer, tudo que acontece com a Hadley faz com que ela pense muito no passado, mas ela começa a perceber que tem um futuro muito bom chegando. E o Oliver é um fofo, fiquei chateada com ele em alguns momentos, mas o final... Bem ele é muito fofo. 
Esse é o primeiro livro dessa autora que eu leio, e me apaixonei pela escrita dela, li em dois dias (mas pode ser lido em um dia fácil fácil), a leitura fluiu do começo ao fim.
Outra observação. Sabe eu amo séries, acompanhar os personagens que amamos por vários livros, mas tem uma certa magia com uma história curta como essa, eu começo imaginar muito mais o que pode ter acontecido depois do final. Ok, isso acontece com as séries também, mas no caso desse livro por exemplo tenho mais vontade de imaginar o futuro dos personagens. :D

Nenhum comentário

Postar um comentário