Gilmore Girls 3ª Temporada (com SPOILERS)


Sinopse: Mais diversão, mais chamas, mais decepções: mais Gilmore. A terceira temporada do seriado Gilmore Girls, esta incrível série famosa por seus diálogos inteligentes e histórias humanas. Para Lorelai e Rory, mãe e filha, este é um ano de mudanças. As expectativas são grandes, como para a formatura de Rory e sua ansiedade para receber uma resposta positiva das faculdades. Mas não é só isso. Rory começa o ano namorando dois caras (e isso pode significar duas vezes mais problemas). Lorelai reacende a chama de seu relacionamento com Max (ao que tudo indica). Lane encontra o Sr. Rigth (finalmente). Sookie tem uma surpresa (uma boa surpresa). Assim como o Independence Inn (esta não tão boa...).
Nº de episódios: 22
O primeiro foi ao ar em: 24/09/2002
Transmitido por: Warner Bros


Essa temporada é bem agitada e emocionante. A Rory termina com o Dean e começa a namorar o Jess. Lorelai e Rory ficam ansiosas e apreensivas para a formatura e o dia de Rory ir embora. A namorada do pai de Rory está gravida e convida Rory para alguns eventos, e Lorelai ainda está abalada com o que aconteceu no final da 2ª temporada. E os eventos mais esperados começam acontecer, ou no caso da Rory acontece, ela se forma em Chilton e é oradora e me emocionei tanto! E para Lorelai e e Sookie dão o primeiro grande passo para terem sua própria pousada. E em forma de sonho para o Luke podemos esperar muitos passos (quero que aconteça logo!) para a próxima temporada.
Fiquei triste com uma coisa nessa temporada, eu esperava muito mais do namoro de Rory e Jesse. E esclarecendo uma coisa que me incomodou na sinopse, ela não namora Dean e Jess ao mesmo tempo, ela começa a temporada namorando Dean, mas já gostando de Jess, só eu que ele também se envolveu com outra menina e isso irrita Rory, e ela não para de falar no Jess, de como ele a irrita e tal, e isso faz com que o Dean termine com ela, e ai sim ela começa a namorar o Jess, e lógico ele também termina com a menina que ele estava. Mas o namoro deles, é bem estranho, quase não conversam, nem se encontram, mas tem uma química enorme. O Jess mudou bastante da temporada passada para essa, ele trabalha, se esforça no trabalho, mas em compensação vai super mal na escola, no final da temporada ele conhece o pai, e depois de uma discussão com Luke ele vai embora para morar com o pai. Mas o relacionamento dele com Rory não vai acabar por ai, no dia da formatura dela ele liga pra ela, espero que o relacionamento deles melhore nas temporadas futuras.
E falando em formatura, como não se emocionar? Depois de três anos e tudo que Rory e Lorelai passaram, chegou o grande dia, achei lindo o discurso de oradora, mas faltou algo, se bem que essa série os diálogos são sempre rápidos, então já era de se esperar.
E não tem jeito, não consigo gostar da avó da Rory, o avô ainda tem momentos legais, mas a avó, sério, me faz passar raiva em muitos momentos. E um deles é quando a Lorelai paga o dinheiro do empréstimo para Chilton, ao invés de aceitar de coração, não briga e acaba afastando da filha novamente.
Episódio favorito:
Queridos Emily e Richard (13), a namorada do pai de Rory vai ter o bebê, e Lorelai e Rory estão planejando a viagem pela Europa depois da formatura de Rory, e esses dois fatos traz várias memórias do passado, e temos várias cenas de flash back, vemos o namoro de Christopher e Lorelai adolescentes, os pais deles descobrindo a gravidez, quando Lorelai vai ter Rory, e também quando ela foge com Rory da casa dos pais. E eu amo episódios com flash back, e foi muito interessante ver tudo que se passou.

Beijos!!!

Tag 7 Hábitos de Leitura



Quem conhecer mais tags legais me falem, amo responder tags! Se gostaram do vídeo, clique AQUI para darem joinha e me ajudarem a divulgar. E Para se inscreverem no canal cliquem AQUI.
Muito obrigada e Beijos!!!


Gilmore Girls 2ª Temporada (com SPOILERS)


Sinopse: As aclamadas garotas Gilmore, mãe e filha, estão de volta para uma segunda temporada, repleta de momentos divertidos, aconchegantes, charmosos e tensos. O segundo ano do seriado estrelado por quem aprendemos a amar: a jovem mãe solteira Lorelai, sua super empreendedora filha Rory, seus pais elitistas Emily e Richard, e toda uma cidade cheia de sonhadores e excêntricos. Novos rostos também chegam a Stars Hollow, incluindo o sobrinho de Luke, Jess, cuja rebeldia ofende os padrões da cidade, mas cuja a paixão por livros atrai a atenção de Rory. Corações quebram e se juntam, carreiras terminam e começam, amigos caem e se levantam nesta série “alegre e brilhante” (Ken Parish Perkins, Fort Worth Star-Telegram).
Nº de episódios: 22
O primeiro foi ao ar em: 09/10/2001
Transmitida por: Warner Bros

No começo da temporada, Lorelai aceitou se casar com Max Medina, professor de Rory, tudo ia bem, mas Luke soltava alguns comentários que acabou mexendo com os sentimentos dela, e a Emily também, e no momento de desespero ela foge, o que é normal na vida dela e da Rory, fugirem de uma situação. Nisso elas visitam Harvard a faculdade do sonhos da Rory.
Nessa temporada a relação entre a Lorelai e a Emily continua a mesma coisa, às vezes com algum progresso. E isso aconteceu com o pai dela também. E também vemos algumas discusões entre Rory e Lorelai, e na maioria das vezes o motivo são os pais de Lorelai.
O namoro entre Rory e Dean começa a ficar abalado depois da chegada de Jess, sobrinho do Luke. E dando minha opinião, eu gostei bem mais do Jess, primeiro por que ele também ama ler, e sério homem que ama ler tem seu charme ;) E  segundo por que eu tenho uma quedo pelos “bad boys” eles são bem mais interessantes. E voltando a série, a segunda temporada acaba e a Rory continua com o Dean, mas acho que não vai durar muito não, por que ela começa a admitir que está se apaixonando pelo Jess.
E os outros personagens, bem cada vez mais vemos como os moradores de Stars Hollow são estranhos, o Taylor dono do mercado o mais chato de todos, a Miss Patty sempre engraçada, e o melhor de tudo a Sookie e o Jackson vão se casar! (o último episódio terminou antes da cerimônia rsrs)
E nessa temporada eu escolhi os melhores episódios! Que são:
O Jantar de Bracebridge (10), é o que a Sookie prepara um jantar e uma apresentação para uma empresa, mas por causa da neve eles não podem ir para o hotel, e a Lorelai convida todos (principais) moradores da cidade, e é ótimo ver todos reunidos. E aparece alguns sinais entre Rory e Jess.
Aula Particular (19), é o que o Jess precisa de ajuda na escola e o Luke pede a Rory para ajudá-lo, e eles sofrem um acidente de carro, não acontece nada de mais, e NÃO é culpa do Jess, mas a Lorelai briga com o Luke e ele manda o Jesse embora. E bem acho que vocês entenderam que eu amei o Jess.
Precisa-se De Ajuda (20), amei esse episódio por que a Lorelai vai ajudar o pai com o se novo escritório, e ele percebe o quanto a filha é competente no trabalho, e já falei umas mil vezes aqui, mas vou falar de novo, fico muito mexida com relacionamentos entre pai e filha.
E sim estou assistindo super rápido as temporadas, mas mesmo assim vou sempre postar nas quintas ok? Gosto de ter os dias certos para algumas categorias :D

Beijos!!!

Mente hiperativa


E esses pensamentos que não param e não me deixam dormir. Minha mente hiperativa não consegue pensar em uma coisa só, pensamentos aleatórios que aparecem no meio de pensamentos importantes.
E penso na vida, nos sonhos, e sonho, e me desiludo, e choro, e dou gargalhadas, e me concentro, não eu tento me concentrar e lá vem os meus sonhos de novo, e eu queria que parasse por ai. Mas não para. 
E para.
E durmo e sonho com meus sonhos. 

Filme que vi: O Diário de Bridget Jones


Sinopse: Bridget Jones (Renée Zellweger) é uma mulher de 32 anos que, em pleno Ano Novo, decide que já está mais do que na hora de tomar o controle de sua própria vida e começar a escrever um diário. Com isso, Bridget começa a escrever o mais provocativo, erótico e histérico livro que já esteve na cabeceira de sua cama, onde ela irá colocar também suas opiniões sobre os mais diversos assuntos de sua nova vida.
Duração: 1h 34min
***
Um filme para dá umas boas gargalhadas!
Bridget Jones começa o ano novo fazendo várias resoluções de ano novo, e não cumpre nenhuma delas. Na festa de fim de ano na casa dos pais ela reencontra Mark Darcy, e não se dão muito bem. Já na editora que ela trabalha, começa a flertar com o chefe, Daniel, que por sinal conhece Darcy, mas mente sobre isso. E óbvio que o romance com Daniel não dá certo, ele é um canalha, e como qualquer mulher normal (ou quase) ela se ilude por ele, mas no final ela descobre a verdade, e se declara para Mark Darcy, que bem antes já tinha feito isso com ela.
Entre um drama e outro, pode ter certeza que você vai ri ou melhor dá gargalhadas quando assisti esse filme, na hora do discurso da Bridget no lançamento do livro, no aniversário dela, na briga entre Mark e Daniel, e na cena final que é romântica, mas muito engraçada. A Bridget é louquinha hahaha
Esse filme foi baseado no livro de mesmo nome que já resenhei AQUI. Teve leve alterações, nada de agravante, e as cenas já engraçadas no livros fica ainda mais quando assistimos.
E logo no comecinho, na cena de fossa da Bridget impossível não cantar junto com ela!

Livro que li: Quem é você, Alasca? John Green


Sinopse: Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".
Nº de Páginas: 229
Editora: WMF Martins Fontes
***
Miles Halter um adolescente que tem uma vidinha sem graça e sem amigos. E o que o torna especial é que ele gosta de últimas palavras, sim, ele gosta de saber quais são as últimas palavras que as pessoas falam antes de morrer. E em busca do Grande Talvez, ele vai estudar na escola Culver Creek. Lá ele faz amigos, Coronel, Takumi. Lara e Alasca. Esse livro é dividido em duas partes, o antes e o depois de um acontecimento. 
Difícil mesmo é fazer uma resenha sem contar o que acontece, mas vamos lá. A primeira parte Miles descobre como e bom ter amigos. E se apaixona por Alasca, uma menina imprevisível. Mas ela tem namorado, e não quer estragar tudo. Ela é imprevisível e inconstante, e também ama ler. E é esperta, Miles não chega a falar que ama ela, mas ela sabe disso. Eles junto com os outros amigos aprontam muito na escola, e mesmo assim conseguem tirar boas notas. 
A segunda parte, é o depois, o depois de alguns acontecimentos, e o Miles e o Coronel se tornam mais unidos em busca de “como” e “porque” de tudo aquilo. E é a parte que mais me emociona, principalmente as últimas páginas, o trabalho que o Miles entrega para o Sr. Hyde. 
Não sou muito fã da Alasca, mas posso dizer com toda certeza que o Miles encontrou o grande talvez.
E se querem um livro para refletir, esse é um deles, impossível não parar para pensar em algumas partes. E por esse motivo se tornou especial para mim, amo livros que faz com que eu pare e reflita.

Gilmore Girls 1ª Temporada (com SPOILERS)


Sinopse: Bem - vindo a pitoresca cidade de Stars Hollow, cannecticut, EUA. É comum as pessoas acharem que a bela gerente de hotel e mãe solteira Lorelai Gilmore e sua não menos linda filha, Rory, são irmãs. Com muito bom humor, Lorelai e Rory enfrentam os altos e baixos da vida, incluindo lidar com a quatrocentona família e as decepções amorosas de ambas. Misturando comédia e drama, essa série verossímil agrada os mais velhos e os mais jovens da mesma forma, com sua mistura de divertimento tradicional com  o que há de mais moderno na televisão atualmente.
Nº de episódios: 21
O primeiro foi ao ar em: 05 de outubro de 2000
Transmitida pela: Warner Bros


Antes de falar da série, vou falar das memórias boas que essa série me traz, assisti essa série faz eu lembrar da época que meus avós moravam em uma fazenda aqui perto e eu morava com eles, e depois passei a ir os finais de semana pra lá, e os domingos enquanto minha avó preparava aquela comida gostosa e especial de domingo eu ficava assistindo essa e outras séries na SBT. Ahhh fiquei nostálgica, fiquei com saudade.
Bem, deixando a saudade de lado. Gilmore Girls é uma série onde o foco principal é a Lorelai que teve a filha aos 16 anos, e Rory, filha de Lorelai, nessa primeira temporada ela está com 16 anos. Acho incrível a relação entre mãe e filha, meu sonho ter essa relação com minha mãe, e às vezes me pergunto se isso é possível no mundo real. Se um dia eu tiver uma filha vou tentar ser uma Lorelai para ela. 
Deixa eu falar um pouco da relação das duas, primeiro elas conversam sobre tudo uma com a outra, seus segredos e medos, no episódio que a Rory dá o seu primeiro beijo e não conta para a mãe, a Lorelai fica chateada por não ter sido a primeira pessoa a saber. Ela apoia a filha e ajuda a ficar com o Dean, e acho isso válido, é melhor saber o que está acontecendo do que proibir. E falando nisso, enquanto a relação com a filha é ótima, a relação com a mãe dela é péssima, desde que engravidou e fugiu de casa, ela só voltava lá para os feriados, mas quando Rory consegue uma vaga em Chilton, uma escola muito cara, e Lorelai pede ajuda aos pais, a mãe dela faz uma chantagem, já que estão envolvendo financeiramente na vida delas, elas duas tem que jantar na casa deles toda sexta feira. Esses jantares sempre são regados de muitas discussões  familiares. E algumas piadas, Lorelai tem um senso de humor maravilhoso.
A cidade que elas moram Stars Hollow (fictícia), é bem pequena e fofa, parece de conto de fadas, mas como toda cidade pequena todos conhecem todo mundo e ficam sabendo de tudo. E cada morador tem suas particularidades, Sookie melhor amiga de Lorelai e cozinheira no hotel onde ela trabalha, elas sonham em ter seu próprio hotel. Lane melhor amiga de Rory, coreana e que a mãe não aceita as tradições americanas e ao contrario de Lorelai é uma mãe super rigída. Miss Patty professora de dança e digamos muito bem informada. Entre outros que fazem a nossa diversão. 
A Lorelai e Rory são muito parecidas, em relacionamentos então nem se fale, a Rory se envolve com Dean (por sinal o Jared Padalecki de Supernatural) e eles terminam por que ele fala “Eu te amo” e ela não consegue falar, mas isso se resolve no último episódio da temporada, e é nesse também que o relacionamento entre Lorelai e Max Medina (professor de Rory) progride super bem. Mas óbvio que eu torço para a Lorelai ficar com o Luke, que é dono da lanchonete que elas frequentam e se enchem de café, elas são viciadas em café, eles não se envolvem, mas fica claro que um ambos sentem algo, e vamos esperar as próximas temporadas!
P.s. Quando eu acompanhava pela SBT não assisti todos os episódios e algumas temporadas não foram transmitidas pela emissora. Então não sei o que vai acontecer, bem me lembro de alguns episódios, mas vagamente, por que tem bastante tempo isso. E por esse motivo, de lembrar pouca coisa, mas saber que eu amava, que eu namorava há tempos esse box lindo, fiquei muito feliz quando consegui comprar!!!
P.s ² E estou sorteando a primeira temporada aqui no blog, o link do SORTEIO!!!

Vocês já assistiram? Gostaram? 
Beijos!!!

Filme que vi: Qual Seu Número?


Sinopse: Boston. Ally Darling (Anna Faris) fica horrorizada ao ler, em uma revista feminina, que as mulheres têm em média 10,5 parceiros sexuais ao longo da vida. Acreditando que o número é baixo demais, ela puxa da memória todos os homens com quem já transou e passa a investigar junto a amigas qual é o número delas. É quando percebe que já teve relações sexuais com 19 homens, um número bem acima das colegas. Para piorar ainda mais a situação, a matéria diz que as mulheres que tiveram 20 ou mais parceiros têm muito mais dificuldades para se casar. Logo, a saída para Ally é procurar seus ex-namorados para ver se, com o tempo, algum deles melhorou de forma que possa ser seu marido, já que desta forma não chegará à marca dos 20. Para cumprir a missão ela conta com a ajuda de Colin Shea (Chris Evans), seu vizinho mulherengo que tem habilidade para investigar outras pessoas. Em troca Ally passa a ajudá-lo a escapar das mulheres que leva para cama, que por vezes teimam em não ir embora tão logo a relação sexual termine.
Duração: 1h 46min
***
Li o livro desse filme, vocês podem ler a resenha AQUI.
Com SPOILERS!!!
Quem ler sabe o quanto a gente fica com o pé atrás na hora de assisti um filme que foi baseado em um livro que a gente já leu. Eu pelo menos quanto sento para assisti eu tenho esperança de ser fiel ao livro. E foi assim com esse filme, eu tinha esperanças, que foram acabando de pouco a pouco, por começar com o nome da protagonista. E eu me pergunto o por que de não ser Delilah no filme, um nome apenas, pra que trocar? Dai a Ally (que tinha que ser Delilah!) começa a fazer a lista dos homens que foi para a cama, e qual foi a minha surpresa? Os nomes deles também não era os mesmos! Nem a histórias deles com ela, na verdade eram personagens novos. Como se tivessem trocado não só o nome, mas a personagem principal.
Resumindo, esse foi mais um filme que usou a premissa do livro, que é uma mulher chegando ao 30 anos que leu em uma revista que a média de homens que as mulheres vão para a cama é 10,5. E como o número dela é 19 ela resolve procurar os ex. Ela não sai de carro para ir as cidades onde eles moram, ela vai de trem e volta pra NY, ela vai de avião e volta para NY. E a maioria mora em NY mesmo. E nessas idas e vindas, ela mantém uma amizade com o Colin, e olha eles ficam nus em várias cenas, mesmo não indo pra cama. 
Eu tento não comparar, mas foi difícil, até meu esposo que ouvia todas as minhas reclamações quando estava lendo o livro, perguntava “Que horas ela vai atrás do Loiro gostosão internado na clínica que você falou” “Cadê a cachorrinha que você falou que ela comprou?”
Conclusão, eu gostaria de conversar seriamente com roteiristas para saber o por que de tantas mudanças, que reparem, nem precisava existi.

Livro que li: Qual o seu número?, Karyn Bosnak


Sinopse: Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.
Nº de Páginas: 414
Editora: Novo Conceito
***
Cuidado vários SPOILERS!!!
Delilah Darling esta prestes a completar 30 anos e depois de ler um artigo em uma revista que fala que a média (americana) de homens que as mulheres já transaram é de 10,5 ela começa a fazer as contas e percebe que já dormiu com 19, então decide que 20 é o limite, o vigésimo será o cara que ela vai casar. Mas ela é demitida e acaba dormindo com o ex-chefe (que faz um coisinha que ela não gosta). Como ela atinge o seu limite ela decide ir atrás de todos os ex-namorados. 
Nosso passado nos transforma em quem somos hoje.
Não se arrependa.
Logo nos agradecimentos do livro (esse quote acima) fiquei muito empolgada, mas durante a leitura fui perdendo essa empolgação, até ela decidi ir atrás dos ex-namorados estava até legal a história, mas já no primeiro ex eu já comecei a me irritar, ela faz várias loucuras sem pensar, umas idiotices mesmo, no primeiro ex ela compra uma cachorro só para se aproximar dele porque ele tem um cachorro, na maioria ela fica espionando os caras disfarçada, vai atrás de um que a amiga dela avisa que ele não quer ver ela, e mesmo sabendo disso ela vai. Ela se interna em uma clínica para viciados pra reencontrar um ex, tipo qual a pessoa normal vai atrás de um cara que tá internado em uma clínica para viciados? Amor não era, e o pior ela não avisa a amiga nem o vizinho e deixa todos loucos de preocupação pelo sumiço dela. No último ela quase consegue fazer eu abandonar o livro, sério, ela mentia descaradamente em nem observar a situação toda. 
Depois que ela volta para Nova York eu penso “Agora a coisa vai andar”. Não! Ela fica fissurada nessa ideia de números e acaba não vendo a verdade bem na cara dela, deixa de acreditar no Colin (Vizinho e amigo que ajudou ela procurar os exs) que preocupou com ela durante toda a loucura da viagem, que ligava toda hora para saber se estava bem. Para acreditar em um cara que ela namorou no colegial? Sério, louca. 
Ela só acorda para a vida no casamento da irmã, onde ela cai em si sobre tudo que aconteceu, o avô dela dá uns conselhos bem legais (quote abaixo) e ela acaba tendo um final fofo, por que a melhor parte de todas é o Colin, que é totalmente fofo, sério! 
Se você tiver que se lembrar de algo em relação ao seu passado, procure pensar nos pontos bons. Afinal, não há nada que você possa fazer para mudá-lo. Pág 390 e 391
Eu sei que a “lição” que a escritora tenta passar é legal, de não ficar remoendo o passado, que e besteira acreditar ou se importar com essas médias ou a definição do certo ou errado que a sociedade cria, mas sinceramente, não precisava ser tão irritante. Ah, e no finalzinho, a gente percebe que ela não deixou de lado essa bobeira de números. E qual o número de vocês??? (Mentira, não quero saber haha)
Beijos!!!

TAG: Blog Versátil

Fui indicada pela Dora, do blog Those Little Things, e vocês sabem, se não sabem ficam sabendo, eu amo responder Tags. Essa é bem rápida, e vamos lá!

1. Contar 7 coisas que eu goste de fazer;

2.Indicar 15 blogs com menos de 200 seguidores.
3. Avisar os blogs indicados.




  1. Ler
  2. Assisti filmes e séries
  3. Dormir
  4. Tomar banho de chuva
  5. Cozinhar coisas diferentes e gostosas
  6. Tomar café
  7. Ficar abraçada com meus filhos
E em relação a indicação, sou péssima tenho vergonha para indicações, então todas as meninas e meninos que visitam meu blog e que tem blog com menos de 200 seguidores, estão indicados, ok?! Mas se quiserem eu marco aqui nesse post ;D

Beijos!!!

O que eu li: Outubro 2013

Outubro foi um mês muito bom para várias coisas, menos para minhas leituras :(



Beijos!!!

Book Haul: Outubro 2013

O vídeo já estava visível no youtube desde terça, esse post era pra ter saído ontem, mas a internet aqui em casa resolveu não colaborar. E o vídeo do que eu li em outubro vou subi no youtube hoje, então faço o post amanha.  Se quiserem ver os vídeos antes de eu postar aqui é só se inscrever no canal AQUI :D



Beijos!!!