Meus Textos: Sonhos


E cá estou eu pensando nos sonhos, nos que tive e nos que ainda tenho, e acabo sonhando ainda mais. Já sonhei em ser tanta coisa, em ter tanta coisa, nesses 21 anos de vida, sonhos vieram e foram, e sonhos ficaram e às vezes para eu não sofrer guardo eles em um cantinho especial do meu coração. Nenhum sonho que tenho é impossível, talvez ganhar na loteria, mas mesmo esse um dia pode acontecer, mas alguns sonhos que tenho estão tão longe do meu alcance, e esses eu guardo, e de vez em quando eu vou lá ao cantinho dos “sonhos especiais” olhar para eles e sonhar ainda mais, e deixar algumas lágrimas dos meus olhos.
Essa semana eu peguei o sonho: Intercambio em outro país para fazer um curso de fotografia, sonhei com a parte burocrática, e financeira, já entrei em sites de agencias, fiz cálculos de tudo que preciso, e fiquei sonhando em ver as nuvens pela janela do avião, de pisar em um lugar tão distante de onde vivo, de conhecer pessoas de cultura diferente da minha, de tentar aperfeiçoar o meu inglês que está longe de ser fluente, e de fazer um curso de fotografia, ter uma câmera em minhas mãos e congelar momentos especiais, e fotografar o mundo. Mas não tenho dinheiro para isso, só que nesse texto não quero falar da realidade quero falar dos sonhos. E quando a realidade bate eu sonho novamente, em ter condições de dar ao meu filho tudo isso que sonho pra mim.
E também olhei o sonho: Morar em São Paulo, morei em uma cidade perto, fui algumas vezes na capital, e me apaixonei! Ir ao parque do Ibirapuera e passar uma tarde gostosa, de ir ao McDonald’s, ir ao cinema, de ter mais opções de emprego, mais opções de onde estudar. Mas está longe do meu alcance.
Intercambio, morar em São Paulo, fazer faculdade, ter minha casa, ter meu filho sempre ao meu lado, comprar uma câmera semi-profissional ou profissional mesmo, ter muitos livros, muitos DVDs, amigos verdadeiros, sorrisos todos os dias, vários comentários de vocês que estão lendo este texto aqui no blog, frio todos os dias, cappuccino e chocolates diários.
E se eu parar para pensar nos meus sonhos, sonharei ainda mais, e não vou mentir, isso não é ruim, eu sou muito sonhadora, sonhar  faz parte de quem eu sou, da minha essência, se algum se realizar vou ser muito feliz vou aproveitar ao máximo, e a cada sonho realizado outro vai aparecer, por que eu sou assim.
E porque sonhar não paga.
E porque faz bem para a alma.
Julho- 2012

Beijos!!!


Filme que Vi: As Patricinhas de Beverly Hills


Sinopse: Em Beverly Hills, uma adolescente Cher (Alicia Silverstone), filha de um advogado Mel (Dan Hedaya) muito rico, passa seu tempo em conversas fúteis e fazendo compras com amigas totalmente alienadas como ela. Mas a chegada do enteado de seu pai muda tudo, primeiro por ele criticá-la de não tomar conhecimento com o "mundo real" e em segundo lugar por ela descobrir que está apaixonada por ele.
Duração: 1h 37min
***
Ontem eu revi esse filme que é um clássico da Sessão da Tarde da Globo (pelo menos na minha infância, nem sei mais que filmes estão passando a tarde nos últimos anos hehe), e foi um marco na minha infância, foi onde eu desejei se rica pela primeira vez hehe, lembro de achar o máximo o closet da Cher, que era super cheio de coisas lindas e ainda por cima tinha como planejar a roupa que ela usaria no dia pelo computador.
O filme foi gravado no ano de 1995, e várias roupas que a Cher, a Tai e a Di usam, são bem usáveis hoje em dia, a moda sempre volta.
E a história é bem clássica a Cher é uma patricinha que resolve ajudar uma recém chegada na escola, tenta arranjar um namorado para ela, mas não consegue ajeitar o seu próprio coração... Até o final do filme, bem que eu queria ter visto mais da Cher e do Josh juntos como namorados.
P.S. Vocês vão ver bastante resenhas de filmes mais antiguinhos, fiz uma lista de filmes para assisti cm os filmes citados na série de livros Fazendo Meu Filme da Paula Pimenta. E os que me empolgarem terão resenha.
P.S. ² assinei Netflix de novo, então vai aparecer filmes mesmo não sendo da lista.


Livro que li e Look book: A Culpa é das Estrelas. John Green


Sinopse: A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.
Nº de Páginas: 288
Editora: Intríseca
***
Sabe quando a gente fica muito curiosa(o) para ler um livro, mas com receio também? Então, foi assim com esse livro,eu li várias resenhas que falavam super bem e que o livro é lindo e tal, mas a sinopse me deixou com receio, uma história de um casal adolescente em que ambos tenham câncer, estava óbvio que o final não seria iguais ao que eu estava acostumada. Mesmo assim me arrisquei e comprei.
E não me arrependi (rsrs), apesar do final que não é um “felizes para sempre”, eu amei o livro, não vou falar muito sobre a história , por que se não vou acabar dando spoilers, mas algumas coisas posso dizer como, a Hazel é apaixonada por leitura (isso já me conquista amo quem ama livros), os diálogos entre a Hazel e o Augustus  são engraçados, inteligentes e reflexivos. Ri muito com esse livro e também chorei muito.
E a capa é tão linda, quer dizer o livro todo é lindo. Me apaixonei, e acabei tirando fotos demais.
Amei muito esse livro.
Ok.

P.S. Esse look eu usei para ir na festa da padroeira aqui na minha cidade, só que eu troquei a sapatilha pelo meu all star, coloquei mais um casaco cinza e passei batom vermelho. O frio que estava fazendo aqui pediu essas alterações rs.
P.S. ² Vai ter sorteio desse livro aqui no blog logo, logo \o/
Beijos!!!

Li e Gostei: Paulo Coelho


Escreva. Seja uma carta, um diário ou umas notas enquanto fala ao telefone, mas escreva. Procura desnudar a tua alma por escrito, ainda que ninguém leia; ou, o que é pior, que alguém acabe lendo o que não queria. O simples ato de escrever nos ajuda a organizar o pensamento e a ver com mais clareza o que nos rodeia. Um papel e uma caneta fazem milagres, curam dores, consolidam sonhos, levam e trazem a esperança perdida. As palavras têm poder.


P.S. Ler essa citação de Paulo Coelho me estimulou a escrever, quer dizer postar aqui, lembram do meu texto de semana passada, então... É melhor passar pro papel (ou word rsrs) meu pensamentos.


Livro que li: Princesa apaixonada, Meg Cabot


Sinopse: Você pode pensar que Amelia tem a vida que qualquer adolescente gostaria de ter: afinal ela é uma princesa. O que ninguém imagina é que a realeza traz responsabilidades, e para Mia tudo isso acaba se tornando uma tortura!
Além das lições de princesa com a crítica e implacável Grandmère, sua mãe esta grávida do seu atual namorado, o professor de álgebra de Mia. A princesa também arrumou um namorado, mas nem gosta dele, e ainda por cima acha que está apaixonada pelo irmão da melhor amiga...
Mas a verdade é que Mia não deveria perder tempo pensando nessas bobagens: Grandmère está preparando a apresentação de Mia para a sociedade genoviana, e isso significa provas de roupas, ensaios e encontros diários e intermináveis com a avó. Tudo que a princesa quer é paz e tranquilidade... ah, e aquele beijo de seu sonhado príncipe encantado.
Mas é natal, época de fazer resoluções e colocá-las em prática! Antes de partir para Genovia, Mia precisa: deixar instruções detalhadas sobre como cuidar de Fat Louie enquanto elas estiver ausente, comprar presentes para todos, ser convidada para o Baile Inominável do Inverno e terminar o namoro com Kenny (mesmo que as duas últimas tarefas pareçam contraditórias)...
Nº de Páginas: 255
Editora: Galera Record
***
A vida de Mia continua cheia de problemas, é a sua ida pra Genovia, as aulas com Grandmère, conseguir passar em álgebra, e agora também tem que terminar com o namorado, pois na verdade ela está apaixonada pelo irmão de sua melhor amiga o Michael. 
Nesse terceiro livro da série o foco foi mais na paixão da Mia, mas os outros personagens da série se destacaram também, estou gostando bastante da Tina e o Sr. G é o máximo, a Mia tem um padastro muito legal. Eu tenho um sentimento de amor e ódio pela Grandmère, mas tenho que admitir que ela me surpreendeu no final desse livro. E as vezes gostaria que a Mia fosse mais esperta, mas como disse na resenha do livro anterior, isso faz parte da personagem. Mas uma coisa que ela não deixar de ser é engraçada, sempre me pego rindo.
Beijos!!!

Wish List: Conzinha

Amo coisinhas de decoração, amo quando estou em algum canto da minha casa e tem algo fofo e lindo que eu escolhi, e na minha cozinha eu amo esses utensílios fofos que encontro pela internet. Olhem só as coisinhas que entraram na minha lista:


  1. Leiteira
  2. Caneca Leite
  3. Caneca Meu Chá
  4. Baleiro
  5. Caneca Sorvete
  6. Moringa Folhas
  7. Forma de dinossauros para cortar sanduiches
  8. Copo Mulher Maravilha
  9. Copo Eu Amo Chocolate
  10. Bowl Coke Movie
  11. Pote Tea Vintage
  12. Jogo de latas retrô
  13. Panela de Coração
  14. Latinhas de especialidades retrô
  15. Latas café, açúcar e chá retrô
Beijos!!!

Meus Textos: Escrever ou não escrever?


Eis a minha questão. Sabe ultimamente eu ando super inspirada para escrever, mas vem o medo de expor os meus sentimentos. Eu tenho essa dificuldade até com meus amigos, esposo e família, imagina se eu não teria em deixar pessoas que eu não conheço ler um texto onde eu abro a minha alma, os meus sentimentos.
Deixar outras pessoas saber o que eu sinto me dá medo, há pessoas que podem usar os meus próprios sentimentos contra mim, podem usá-los para me ferir. Não gosto de deixar as pessoas verem as minhas inseguranças, é burrice querer parecer ser forte o tempo todo eu sei. Mas é preciso.
Bem, acabei de revelar um pouco de mim, eu não sou forte o tempo todo, eu não consigo sozinha, nessas horas eu tenho a Deus, ele conhece melhor que ninguém, nossas conversas não tem hora marcada nem lugar, nossas conversas são espontâneas, ás vezes eu penso que o tipo de conversa que temos é até melhor que rezar, mas não vamos discutir a maneira certa de sentir a Deus e nem religião.
Acabei expondo uma fragilidade minha, né? Ou não, precisamos nos render, nem que seja às vezes e chorar, e pensar, e ter um descanso de tudo, sabe deitar para dormir e deixar todos os sentimentos se manifestarem, para a gente se conhecer, para percebermos que nem somos tão fracos assim.
É vou continuar a escrever meus textos, me sinto bem passando para o papel tudo o que estar aqui dentro, quem sabe assim dá uma esvaziada na minha cabeça.
E que se dane o que vocês que estão lendo irão pensar, ou fazer.

Maio - 2013

Beijos!!!

Livro que li & Look Book: Sussurro, Becca Fitzpatrick

Novidade! Eu vi no blog da Melina, que ela além de fazer o look do dia, ela o adaptou e virou look book, que é tirar fotos do look com livro que ela está lendo. No meu blog anterior eu costumava postar o look do dia, mas nesse eu não me empolguei, bem até agora, então de vez em quando eu vou postar a resenha do livro, e as fotos vão ser do look book hehe. espero que gostem!


Sinopse: Entrar em um relacionamento não era exatamente parte dos planos de Nora Grey. Embora sua melhor amiga, Vee, vivesse empurrando garotos para cima dela, Nora nunca se sentiu atraída por nenhuma deles. Pelo menos até a chegada de Patch. Seduzida por seu sorriso despretensioso e pelo olhar que parece enxergar através dela, Nora se sentiu incapaz de pensar com clareza. É quando uma sucessão de acontecimentos assustadores começa a cercá-la. Ao mesmo tempo, Patch parece surgir em todos os lugares, e mostra que conhece absolutamente tudo sobre a sua vida. Para Nora é impossível decidir entre atirar-se nos braços dele ou fugir do perigo que a ronda.
Na busca de respostas, ela se aproxima de uma verdade que pode ser ainda mais avassaladora que qualquer das emoções que Patch a faz sentir. De repente, Nora está no centro da eterna batalha travada entre anjos caídos e seres imortais – e quando chegar a hora de escolher um lado, a decisão errada poderá custar sua própria vida.
Nº de Páginas: 259
Editora: Intríseca
***
Li esse livro pela primeira vez em 2010 logo que foi lançado, na época estava com todo aquele alvoroço de lançamento e começava mais uma febre depois dos vampiros, os anjos.
E esse foi o primeiro livro sobre os anjos que li, e gostei muito, também nem tem como não gostar, sendo que o anjo principal é o Patch, sério tem algumas escritoras que criam uns personagens que nos encantam (ou melhor, nos enlouqueçam) tanto. E Patch faz isso com a gente e com a Nora também.
E falando sobre a Nora, eu não sou muito de gostar das protagonistas das histórias, isso por que elas têm o dom de fazer besteira, e com a Nora não seria diferente, várias vezes em quanto lia eu ficava falando com a Nora para não fazer aquilo ou não ir para aquele lugar, e isso é meio (ou totalmente) irritante.
Mas o importante é que a história nos prende, e o livro é uma delícia de ler, de novo vou falar do meu amor por livros de páginas amarelas (hehe), o tamanho da fonte é ótimo e achei linda a fonte dos números de cada capítulo, a mesma do título na capa, e a capa tem uma textura delícia de ficar passando a mão (rsrs).
Beijos!!!

Filme que vi: Antes do Pôr do Sol



Sinopse:  Jesse (Ethal Hawke) e Celine (Julie Delpy) se conheceram por acaso em uma viagem de trem que ia de Budapeste a Viena, passando o dia juntos e se separando no início do dia seguinte. Nove anos depois eles se reencontram, novamente por acaso. Jesse agora é um conhecido escritor, enquanto que Celine trabalha para uma organização de proteção ao meio-ambiente. Jesse agora está em Paris para promover seu mais novo livro e, após reencontrar Celine, passa com ela algumas horas, onde discutem o que aconteceu em suas vidas em todos estes anos.
Duração: 80Min
***
Não sei se foi a expectativa que tinha sobre esse filme ( pois quem indicou o filme para mim, disse que era muito bom), ou por que não assisti  o filme que antecede a esse o “Antes do Amanhecer”, mas deixou muito a desejar. Algumas partes dos diálogos entre Jesse e Celine, pois é só isso que acontece, eles só conversam, eles andam conversando, come enquanto conversam e só! Tem alguns interessantes, mas outros ( a maioria na verdade, foram um tanto que chatos).
Fiquei pensando se teve mais algum filme dando sequencia a esse, vou pesquisar. Por que o final é tão… Hã! Acabou? A cena final é decepcionante. E cadê o final feliz??? Mas acho que quando eu assisti o primeiro pode mudar meu ponto de vista. Vamos ver.
Comprar esse filme foi um erro, que eu admito que sabia que poderia acontecer. Minha regra de comprar DVDs de filmes é sempre assisti primeiro e só comprar os que tiverem ganhado 4 e 5 estrelinhas. Espero que tenha aprendido com meu erro!

1 Mês, Meu Lucas, Meu Parto!


Há um mês atrás eu estava no Hospital Santa Rita em Texeira de Freitas. Bem há essa hora já tinha passado o efeito da anestesia, a agulha nem é tão assustadora assim, pelo menos para mim que não tenho medo. Já tinha amamentado Lucas pela primeira vez, e a felicidade de poder dar esse alimento para o meu filho é imensa, e o vinculo que temos por esses vários momentos de amamentação é ainda mais lindo e gratificante. E estava preparando para me levantar pela primeira vez depois da cirurgia, e dá aquela tensão porque eu estava inchada e dolorida, mas tinha que tomar banho porque a enfermeira falou que tinha que tomar banho até no máximo 6 horas depois do parto, uma pena que não deu para perguntar o por que, e eu fiquei bem curiosa sobre isso, porque no parto do meu primeiro filho não teve isso, ahh e o efeito da anestesia passou depois de três horas, e no primeiro demorou um pouco mais. Tomei meu banho com a ajuda de uma mulher que estava acompanhando outras grávida, só lembro o apelido que era Idi, mas me sinto agradecida para sempre, e onde estava minha acompanhante, bem dona Raquel tem nojo de sangue, e sim vemos sangue depois do parto, e se você tem nojo se lembre de não ir acompanhar alguém em uma cirurgia rsrs.
Tomei banho, me alimentei, comi só umas bolachinhas não sentir fome até no outro dia. Bem em resumo o parto e a minha recuperação foi e está sendo ótima, e ter Lucas em meus braços todos os dias me dá muita felicidade.
E agora vou falar do hospital, minha família se preocupou muito com o veículo que eu usaria para ir daqui de Lajedão onde moro para Texeira, que são 80 km de distância. Mas minha maior preocupação era com o hospital, quando soube onde seria o parto eu fui pesquisar, ah sim esqueci de dizer, meus pré-natais e o meu parto foram pelo SUS. E quando falamos de SUS aqui no Brasil ficamos com o pé atrás, mas eu pesquisei com outras mulheres aqui de onde moro para saber como foram os seus partos, e tive muitas respostas positivas e me tranquilizei.
No dia 1º de abril eu tive uma consulta com Dr. Fabiano, já estava com 2 cm de dilatação, mas nenhum sinal de contração, ele disse que se até dia 17 eu não entrasse em trabalho de parto eu tinha que ir para o hospital , pois o parto teria que ser cesárea, Lucas não poderia ficar mais tempo que isso na barriga. E Lucas não queria sair de dentro de mamãe, então dia 17 eu fui, o médico deu mais um toque e só tinha 3 cm, e seria cesárea mesmo, fui internada, me colocaram para tomar soro, depois a sonda (que para mim não foi tão ruim assim, mas outras colegas de quarto pré-parto não gostaram não), e as 15:55 horas Lucas nasceu. E eu levei os meus 400 e poucos pontos, e eu perguntei ao médico, sim eu sou curiosa e sim o médico mandou eu calar a boca porque se não eu sentiria gases, isso de um jeito bem legal em nenhum momento ele ou qualquer funcionário do hospital foram grossos comigo.
Tudo ocorreu bem, tenho muito a que agradecer a meu Deus e aos funcionários do hospital, e ao meu médico.
Sentir necessidade de escrever esses texto, esse depoimento, ser mãe é isso passar por muita coisa e mesmo assim se sentir agradecida por ter aquela vida comigo.
Beijos!!!

Livro que li: A Hospedeira, Stephenie Meyer



Sinopse: Melaine Stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.
Nº de Páginas: 557
Editora: Intríseca
***
Não sou muito de gostar de ficção cientifica, tanto que sempre falei de comprar esse livro e nunca comprei, e olha que já vi por 10 reais no Submarino. E agora depois de ler acho que vou comprar. Demorei praticamente o mês todo para ler, por que o começo não é lá dos mais empolgantes, e logo no começo tem uma passagem de tempo, e não fica claro quanto tempo se passou, e não gostei disso, tinha de ficar claro o tempo para não deixar a gente confuso. E até a Peg/Mel ser quase aceita nas cavernas não acontece muitas coisas, e fica muito monótono, e eu dei uma travada na leitura entre as páginas 300 e 400. E também por que fica claro que `algo´ vai acontecer, e foi nesse ponto que comecei a gostar do livro, eu achei que aconteceria de um jeito, mas não foi do jeito que eu pensei e foi uma surpresa, então no final eu super me empolguei. 
A Peg entrou na lista das personagens favoritas. E achei interessante a Mel amar o Jared e a Peg o Ian, isso tudo dentro do mesmo corpo, a Peg ama o Ian, mas o corpo da Mel não. E o amor da Mel pelo Jared é tão forte que confundia a Peg. E bem isso nem é tão ficção cientifica, as vezes nós seres humanos com um corpo só e uma só alma se sente confuso entre o amor e o desejo.
O livro só não ganha cinco estrelas por causa da leve enrolação que tem rsrs.
E obrigada Nete por me emprestar o livro!!!
Beijos!!!

Wish List: Quem Disse Berenice?

Em agosto ou setembro do ano passado (não lembro exatamente o mês certo, mas foi em um desses dois meses) abriu uma nova rede de lojas de maquiagens aqui no Brasil, a Quem Disse Berenice? Com um nome diferente e legal e com boa qualidade e preços baixos, e os nomes dos produtos também são engraçadinhos. Só que não foi um laçamento em todo o país, começou em São Paulo e aos poucos estão se espalhando. A boa notícia era que abriria uma loja virtual, e eu sempre fiquei a espera, e demorou bastante, só esse mês é que eles abriram a loja virtual. E lógico que eu fui logo fazer a minha wish list de produtos, os preços são bem legais, e esse mês está com frete grátis, e bem que poderia ser sempre assim!
Ah a lista ficou grandinha hehe!