Postagens populares

Livro Que Li: Diários do Vampiro - O Despertar. L. J. Smith

28 março 2013 Nenhum comentário

Sinopse: Irmãos e inimigos mortais, Damon e Stefan Salvatore são assombrados por um passado trágico. Vivendo nas sombras desde a Renascença italiana, eles estão condenados a uma vida solitária: são vampiros. Séculos mais tarde, o destino parece levá-los a percorrer o mesmo caminho que um dia os conduziu àquela vida amaldiçoada e eterna.
Em Fell´s Church, na Virginia, Stefan conhece Elena Gilbert, uma adolescente bela e popular. No encalço de Stefan. Damon procura vingança, e logo Elena se verá dividida entre os dois irmãos - e entre amor e o perigo.
Nº de Páginas: 236
Editora:
***
Elena acaba de voltar das férias na França, antes disso ela tinha perdido os pais em um acidente de carro. Ela é a garota mais popular da escola e em seu primeiro dia de aula ele ver o novo aluna, Stefan, e promete a si mesma que ele vai ser dela. E Stefan tenta ao máximo resistir a Elena.
Esse livro me encantou de uma certa maneira, por que eu não gosto de nada que seja de terror e suspense. E esse tem um pouquinho de suspense, e o terror é bem leve, na verdade quase nada de terror.
As vezes a Elena me irrita um pouco, por ser mimada e egoísta, e é meio forçado ela mal conhecer o Stefan e já amá-lo a tal ponto de envolver as melhores amigas em um pacto de sangue, mas essa irritação passa nos momentos das aparições do Damon, e logo que vai chegando ao final do livro tem aquele suspense que me impulsionou a ler logo, para saber o que aconteceria.
Não posso comparar os livros com a série de TV, por que ainda não terminei de ver as temporadas já lançadas, na verdade mal comecei e os livros tenho só até o terceiro, então não me sinto no direito de comparar alguma coisa hehe.
Beijos!!!

Filme que vi: Edward Mãos de Tesoura

14 março 2013 Nenhum comentário

Sinopse: Era uma vez um castelo no alto de uma colina, onde viveu um inventor, cuja maior criação chamava-s Edward. Apesar de Edward possuir um charme irresistível, ele não era exatamente perfeito. a morte  repentina do seu inventor deixou-o inacabado, com tesouras no lugar da mãos. Edward vivia sozinho nas sombras, até que um dia uma gentil vendedora da Avon o levou para viver em sua casa com sua família. e assim começaram as fantásticas aventuras de Edward em um paraíso em tons pastel, conhecido como Surbubia.
Duração: 104 Min
***
Peg Boggs (Dianne Wiest) uma vendedora de cosméticos fracassada, e que vai tentar vender em castelo onde ninguém tem coragem de ir. E é nesse castelo que ela conhece Edward, ele não é um ser humano, ele foi projetado e seu criador faleceu antes de colocar as mãos nele e no lugar ele tem tesouras, a Peg fica com dó dele (e também quer usá-lo pra testar os cosméticos rsrsrs) e o leva para casa dela, e é assim que começa uma história que marcou muito a minha infância.
Quando era mais nova e esse filme passava na sessão tarde na Globo eu amava e odiava ao mesmo tempo, amava  porque tem romance, ele se apaixona pela filha da Peg a Kim (Winona Ryder), o amor dele por ela é lindo, ele a adora de uma maneira linda. Mas odiava porque eu achava que tinha terror demais para um filme que tinha um amor tão lindo. Quando passava as cenas no castelo, com aquelas máquinas eu morria de medo. E o final não é clichê, eles não terminam juntos, mas vivem felizes com as memórias do que viveram.Outra coisa que acho lindo é as cenas que mostra Edward e seu criador, ele ensinou tudo para o Edward. Que por sinal é muito educado e inteligente.
Só sei que amo esse filme e quando vi que estava disponível no Submarino eu não pensei duas vezes e comprei, tinha anos que não assistia e foi realmente muito bom assisti de novo,e assistirei mais e mais vezes!
Beijos!!!

Livro Que Li: Melancia, Marian Keyes

13 março 2013 Nenhum comentário


Sinopse: Foi demais da conta para Claire o dia do nascimento da sua filha. Ao acordar no quarto do hospital depara com o marido olhando-a na cama. Deduzindo tratar-se de algum tipo de sinal de respeito, ela nem suspeita de que ele soltará a notícia da sua iminente separação: “Ouça, Claire, lamento muito, mas encontrei outra pessoa e vou ficar com ela. Desculpe quanto ao bebê e todo o resto, deixar você desse jeito...” Em seguida, dá meia-volta e deixa rapidamente o quarto. De fato, ele sai quase correndo. Com 29 anos, uma filha recém-nascida nos braços e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais da gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Não tendo nada melhor em vista, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; uma mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e um pai à beira de um ataque de nervos. Depois de muitos dias em depressão, bebedeira e choro, Claire decide avaliar os prós e contras de um casamento de três anos. E começa a se sentir melhor. Aliás, bem melhor. É justamente nesse momento que James, seu ex-marido, reaparece, para convence-la a assumir a culpa por te-lo jogado nos braços de outra mulher. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.
Engraçadíssimo e irreverente Melancia é um romance sobre sobrevivência e a arte de se manter o bom humor mesmo diante das circunstancias adversas.
Nº de Páginas: 489
Editora: Bertrand Brasil
***
A sinopse já fala bem sobre a história desse livro, e vejam bem eu estou grávida e também estou parecendo uma melancia e com sentimentos a flor da pele, então esse não é um livro indicado para grávidas lerem rs. Brincadeiras a parte, há uns dois anos atras eu tentei ler esse livro e não consegui terminar, pois o começo é bem depressivo, dá muita vontade de dá uns tapas na Claire e dizer Vamos acorda! Reage!” Entendo bem a reação da família dela de querer ficar longe, por que realmente ela fica insuportável. E quando ela reage e começa a acontecer coisas boas com ela, o que fica chato é a enrola da escritora, já estava na cara o que aconteceria, mas teve essa enrola. Quando o James aparece eu fiquei com muita raiva da Claire, por que esse James é um grande descarado e sem vergonha na cara, nem tem como eu expressar minha raiva dele aqui, pois vou acabar soltando um palavrão, só que fiquei curiosa para saber qual seria a reação dela quando ela acordasse para a verdade, demorei meses para ler até a metade e o final acabei lendo em poucos dias, antes eu tivesse pulado logo para o final rs (Eu nunca faço isso viu! Falei brincando).
Só não ganha quatro estrelinhas por causa do começo depressivo e a enrola, mas é um livro bom, então três estrelinhas está ótimo!
Beijos!!!

WishList: Yes Style

Nenhum comentário



A wish list desse mês é de uma loja internacional que eu já comprei a Yes Style, e que enlouquecia quando entrava no site, reparem bem enlouquecia, não enlouqueço mais, entrei para fazer essa wish list, e prometi que seria no máximo 20 itens, e não encontrei muita coisa que eu me apaixonasse de verdade, e foram poucas coisas. 
Quero comprar realmente essas coisas, só que mais para o final do ano, pois as roupas são em tamanho único e a loja é japonesa (coreana?) e as mulheres são bem magrinhas, as roupas que comprei não tive nenhum problema, mas é que depois de ganhar meu baby, vou entrar em um projeto 2013 de emagrecer, depois falo mais sobre isso.
Vamos a lista:


  1. Moleton Azul Claro
  2. Moleton Amarelo Detalhe Renda
  3. Conjunto Camisa Jeans e laranja
  4. Conjunto regata com blusa trico azul
  5. Conjunto moletom e vestido
  6. Conjunto Blusa e saia floral
  7. Conjunto vestido floral e cardigã
  8. Calça de pijama bolinhas 
  9. Mochila verdinha
E não tem jeito, eu moro no lugar errado, meus olhos só batem em roupas de inverno.
Beijos!!!


Agenda 2013

07 março 2013 Nenhum comentário
Já começamos o mês de março, e já era para eu ter feito esse post desde o começo do ano, mas enrolada do jeito que sou já era de se esperar. 
Bem desde 2003 (Nossa 10 anos atrás já!) eu adquirir o hábito vício de ter agendas todos os anos, e esse  ano lógico que não seria diferente. A agenda que comprei esse ano é  um pouco diferente das dos anos anteriores, a do ano passado eu até adaptei com o planejamento da semana. Vi esse modelo de agenda no blog da Mel, nesse post AQUI, e apaixonei. Ela é de um tamanho bom para carregar na bolsa, e é muito legal escrever a cada dia, ótimo para mim que sou muito esquecida, esqueço os compromissos e esqueço o que fiz no dia anterior hehe. Vamos as fotos, e vou explicando se precisar.


Capa, e por ser importada ela é toda em inglês, é bom que eu treino o meu!


Junto com a agenda vem adesivos (no final tem foto), e esses são para separar os meses, ficou muito linda!


Tem essa capinha de plástico, ótima para proteger o papel da capa.


Calendário, o que não aparece 2012.


Planejamento anual, no qual eu só fiz dois rs. Os espacinhos são bem pequenos, e para mim não compensava escrever dia por dia. 


Planejamento mensal (mês de janeiro), antes de criar o blog eu só estava escrevendo os aniversários, depois do blog decidir sempre escrever os dias que postei, para ter uma base da frequência de posts no mês.


Quando assisto filme anoto com canetas verdes.


Séries de TV com canetas roxas, é bom pra não esquecer qual foi o último epsódio que assistir. Livros é com canetas laranjas, esqueci da foto. E olhem ai o dia que criei o blog!


Planejamento mensal (mês de fevereiro)


Depois do planejamento mensal tem essa parte para fazer lista de compromissos e tal. Como não usei para as lista, usei para testar as cores dessas canetinhas que eu ganhei :)




Planejamento mensal (mês de março)... limpinho ainda rs.


No final dos meses, tem várias folhas assim, para outras anotações, usei para fazer lista de filme para assistir, séries de TV para baixar, filmes que já assisti e livros que já li, com as suas classificações.


Os dados pessoais fica na última folha.


E os adesivos que vieram. Muito lindos!!!

Estou muito feliz com essa agenda, escrevo todos os dias e está ficando cada dia mais linda.
Beijos!!!

Livro Que Li: Para todos os Amores Errados, Clarissa Corrêa

04 março 2013 Nenhum comentário

Sinopse: Livro de crônicas, que fala de desilusões, desencontros, amores que não deram certo, paixões arrebatadoras e romances que deram certo até onde tinham que dar. O prefácio é do jornalista e apresentador Pedro Bial.
Nº de Páginas: 175
Editora: Gutenberg
***
Quem nunca viu alguém postar alguma frase da Clarisse Corrêa no Facebook? Eu já vi várias vezes. E curtir todas que eu li, e resolvi procurar mais sobre ela, e encontrei seu Blog, e li cada crônica linda, e descobrir que ela tem livros lançados, não pensei duas vezes em comprar esse, e estou ansiosa para comprar os outros dois, Um Pouco do Resto e Amor é Poá
É a primeira vez que estou resenhando (ou melhor tentando resenhar) um livro de crônica, e é diferente por que não tem uma história só, são várias, são muitos sentimentos em cada uma delas. A Clarissa escreveu nesse livro o que a gente já viveu, já sentiu. No prefácio que o Pedro Bial escreveu ele fala, E, que maravilha, ela escreve para ser compreendida, não quer apenas se expressar. Clarissa comunica, certeira e faz o difícil parecer fácil. E é isso mesmo, a quando li eu compreendi tudo que ela sente.
E pelas fotos deu para perceber que destaquei as que eu mais gostei, isso por que vou criar uma categoria nova aqui no blog para compartilhar as crônicas e frases que mais gosto. 
Bem é isso, não sei muito o que falar, só que amei ler essas crônicas, e seria bem legal se as pessoas que postam as frases dela (ou de outros escritores) no Facebook, também lessem os livros.
Dessa vez me excedi um pouco nas fotos, culpa desse livro lindo, que faz dá vontade de tirar muitas e muitas fotos. Sério a Editora Gutenberg está arrasando na edição dos livros, esse por exemplo é com páginas amarelas, letras em um tamanho bom, e no começo de cada crônica tem uma ilustração fofa. É muito amor e capricho.
E no final do livro tem alguns poemas lindos, fiquei com gostinho de quero mais!
Beijos!!!

Meus Textos: O Tempo Passou...

01 março 2013 3 comentários

E eu aprendi as várias formas que o amor romântico pode existir.
Não vou falar do amar pela família, e o amor amigo, esse fica para outro momento.
Essa semana eu estou sentindo uma saudade sem tamanho de um amor que tive, e que tenho, que sinto, e os caminhos da vida não me permitiu expressar o suficiente, mas hoje eu sei que vivemos o que tivemos de viver, mas enquanto eu existi meu amor por ele também vai existi. Mas Haila você é casada?!?!?! Sim, e amo o meu esposo, e é nesse ponto que eu queria chegar, quem foi que criou essa regra que só amamos uma pessoa na vida? Nem apareça na minha frente que eu mato, apesar de que acho que essa pessoa já está morta há muito tempo, por que uma das coisas que aprendi desde que entendo por gente é isso, que se ama só uma vez na vida, e não é bem assim, comigo não é assim.
Eu o amei tanto, e vivi poucos momentos com ele, mas que se eternizaram na minha mente de tal maneira que só de fechar meus olhos me lembro com tanta nitidez que às vezes nos meus momentos de insanidade fico pensando que voltei no tempo… Ahhh o tempo, como eu queria ter um vira-tempo da Hermione para poder voltar e ver (viver de novo não, por que foi perfeito do jeito que aconteceu, e se fosse viver de novo eu não resistiria e acabaria alterando a história) aquilo tudo de novo. E ver seu rosto mais uma vez, coisa que há quase três anos eu perdi a oportunidade de ver. Foi um amor que não teve ponto final, uma história mal acabada, mas acredito em outra vida após essa viverei tudo até o ponto final.
E foi esse meu amor mal acabado que me fez rever outro amor que estava aqui quietinho e que eu nem sabia que existia, quer dizer, não admitia que existisse e no momento que eu admitir para mim mesma, eu disse “Esse eu colocarei um ponto final, feliz ou não, mas vai ter um ponto final!” E graças a Deus esse ponto final não chegou e estamos apenas no meio da nossa história, e tenho muito a viver com meu esposo, não é fácil, mas por esse motivo é bom, eu odeio coisas fáceis!
E pensando nisso tudo, eu vejo que amei muito, teve aquele primeiro amor, ainda no pré (risos), e os que vieram depois, e teve o primeiro “amor de verdade” da adolescência, e tiveram as paixonites, eu não descobriria os “amores de verdade” sem elas, resumindo amei muito! E os que não eram fortes o suficiente passaram, apesar de não esquecer de nenhum e lembrar com saudade, aquela saudade do que foi bom, mas que não quero viver de novo. E os que são fortes estão aqui. Um que vai ficar aqui até o meu último dia, e que como não posso expressar só vai aumentando, mas que eu sei que o melhor deixar ele aqui para sempre e nem se eu quisesse eu conseguira tirar, quase sete anos comigo e não quero viver sem esse sentimento tão bom. E o outro que eu posso expressar todos os dias, na hora que ele sai pra trabalhar mesmo sonolenta eu falo o “Eu te amo”, e amo mesmo, e dói pensar que um dia posso perder, e desde que eu voltei para os braços que me acalentam e que me protegem, eu prometi que demonstraria todo o meu amor por ele, se ele der valor não terei corpo o suficiente para segurar toda a felicidade que possa sentir, e se ele não der… Bem… Melhor eu dizer que fiz tudo o que meu coração pediu e que vivi tudo o que sentir vontade, se eu o amo, porque não demonstrar? É para isso que se ama, para viver e vise versa.
Estão vendo? Eu amei vários, e cada um a sua maneira, e a cada um com sua intensidade.
Eu acho que esse texto é mais para falar do amor que eu sinto, e da saudade que estou sentindo. E essa música abaixo não sai da minha cabeça, traz um sentimento tão bom… tanta saudade, se eu não escrevesse esse texto eu explodiria.


(Texto escrito em Maio de 2012)
Beijos!!!
 
Desenvolvido por Michelly Melo.