Gilmore Girls 7ª Temporada (com SPOILERS)


Sinopse: Depois de experiências únicas após 20 anos como mãe solteira, depois de uma série de infortúnios , depois de comprar o vestido de casamento perfeito e observá-lo pendurando em um cabide, Lorelai finalmente se casa. Sim, mas com quem? A resposta é apenas uma deliciosas intrigas que acontecem durante os 22 episódios dessa nova temporada, envolvendo uma mãe, uma filha, uma cidade e um mundo, que as dedicadas Gilmore Girls tomaram para si. E os fãs devem estar atentos ao já conhecido ritmo rápido dos diálogos do seriado - mas, como sempre, tudo acaba bem no final. De Nova York a Paris... Do casamento de Lorelai ao chuveiro de Lane... Da formatura de Rory... Do começo ao fim...
Nª de episódios da temporada: 22
O primeiro foi ao ar em: 26/09/2006
Transmitida pela: Warne Bros

Última temporada, e começa com Lorelai e Luke separados, ele até tenta voltar com ela, mas ela é bem sincera, e gostei bastante da atitude dela. Mas não gostei dela com o Christhopher, por impulso ela se casa com ele e eu não gostei nada dessa parte, mesmo que desde o começo já percebemos que não vai dá certo. Não gosto deles dois juntos, ele sempre chega para bagunçar a vida da Lorelai. Falando de relacionamentos, a Rory e o Logan ficam juntos até o penúltimo episódio, eles amadureceram bastante como casal, e ele pede a mão de Rory em casamento, mas ela não aceita, por que está muito nova para casar, ela sugere que continuem namorando, mas ele não aceita, e não gostei disso, ele podia ter continuado com ela, por que quando ele foi passar um ano em Londres ela aceitou namorar a distância.

Essa é a última temporada, e eu esperava bem mais, achei que choraria horrores, mas isso não aconteceu, só no último episódio que realmente não tem como não chorar. Mas não quer dizer que eu não gostei, eu gostei só não é minha temporada favorita, o final foi o ideal, a Rory tem muito para viver, então gostei dela não ter aceitado o pedido de casamento. Eu só queria que a Lorelai e o Luke ficassem juntos antes.
E nessa temporada não teve nenhum episódio que eu mais gostei, gostei do último, mas bem, é o último e não tem como não gostar.

Algumas considerações finais:

  • Melhor temporada: Terceira
  • Personagem favorito: Jess (apesar de ter aparecido tão pouco)
  • Personagem que eu não gostei: Olha não consegui escolher entre Paris e Emily.
  • Personagem engraçado: Tive que colocar essa categoria só por causa do Kirk.
  • Momentos emocionantes: Formatura de Rory em Chilton, formatura de Rory em Yale, Luke e Lorelai juntos. 
  • Momentos engraçados: Entre vários o meu escolhido foi a briga dos Gilmore na sexta temporada.
Eu sei que esse review deixou a desejar, mas foi por que eu esperava bem mais dessa última temporada. E pesquisando eu descobri que até a 6ª era escrita por Amy Sherman-Palladino e seu marido Daniel Palladino, e alguma coisa aconteceu e a última foi escrita só por ele. Provavelmente isso refletiu na história.

Beijos e obrigada por tudo gente!!

Filme que vi: Percy Jackson e o Mar de Monstros


Sinopse: Percy Jackson (Logan Lerman) e seus amigos Annabeth (Alexandra Daddario) e Grover (Brandon T. Jackson) levam uma vida normal no Acampamento Meio-Sangue, apesar de Percy sentir falta do pai, Poseidon, que nunca mais manteve contato. Um dia, o local é atacado por um monstro enviado por Luke (Jake Abel), que consegue romper a proteção mágica do acampamento. Com o local em perigo, Percy e os amigos partem em uma aventura em busca do velocino de ouro, um objeto místico que pode revitalizar a árvore mágica responsável pela proteção do acampamento. O que eles não esperavam era que Jake estaria atrás do mesmo objeto, já que deseja trazer à vida o poderoso Cronos, derrotado por Zeus, Poseidon e Hades há milênios atrás.
Direção: Thor Freudenthal
Roteiro: Marc Guggenheim (roteiro)Rick Riordan (livro)
Gênero: Aventura/Fantasia
Origem: Estados Unidos
Duração: 108 minutos
***
O Acampamento Meio Sangue corre perigo, o pinheiro de Thalia, que faz a proteção foi envenenado, e só uma coisa pode salvar, o velocino de ouro, e a missão de procurar foi dada para Clarisse filha de Ares, mas isso não impede Percy, Anabeth, Tyson e Grover de irem até o Mar de Monstro, onde o Velocino está.
Melhor que o primeiro, mas precisa melhorar. Começou até legal, tirando o fato de que “o que o Grover está fazendo no acampamento do inicio do filme?” Mas logo me acostumei, e estava achando tudo legal, não fugiu tanto do livro como o primeiro, a Anabeth está loira nesse filme, até que fim! A cena do Percy jogando a espada na boca do touro foi muito legal, o efeito maravilhoso. Mas a parti do momento que eles chegam no mar de monstros eu comecei a ver algumas alterações que me incomodaram bastante, tipo a Ilha de Cici é um parque de diversões e o ciclope Polifemo mora lá. E tipo, oi? O parque de diversão é citado no primeiro livro, a Ilha de Cici, é de Cici uma feiticeira que no livro transforma Percy em um hamster e eu queria ter visto essa cena hehe. E Polifemo mora em outra ilha. E para piorar, pra que aquela lutar com Chronos? Ai gente fiquei revoltada! O Percy só enfrenta o Chronos pela primeira vez no quarto livro. Ah não posso deixar de falar da profecia, outra revoltante alteração, a profecia que todos acham que é sobre Percy só é revelada no último livro, e o que eles fizeram nesse filme? Sim, revelaram a profecia.
Ok, vou deixar a revolta de lado, como disse na resenha do primeiro filme (resenha AQUI) se você não leu o livro como eu li (resenha AQUI) vai achar um filme legal e com efeitos visuais muito bons, mas se você leu, provavelmente vai pensar a mesma coisa que eu.


Livro que li: Deixe a Neve Cair, John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle


Sinopse: Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio romântico, do tipo que se vê apenas em filmes. Bem, mais ou menos. Por que ficar preso à noite dentro de um trem retido pela nevasca no meio do nada, apostar corrida com os amigos no frio congelante até a lanchonete mais próxima ou lidar sozinha com a tristeza da perda do namorado ideal não seriam momentos considerados românticos para quem espera encontrar o verdadeiro amor. Mas os autores bestsellers John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle revelam a surpreendente magia do natal nestes três hilários e encantadores contos de amor, interligados, com direito a romances, aventuras e beijos de tirar o fôlego.
Nº de Páginas: 335
Editora: Rocco
***

Na noite de véspera de natal Jubileu espera ansiosamente para comemorar com o namorado, mas os planos dela vão por água a baixo quando descobre que seus pais foram presos e ela tem de viajar para a casa dos avós na Flórida, só que o trem fica preso por causa da neve, nessa noite era esperada a maior nevasca dos últimos cinquenta anos, e com o trem cheio de lideres de torcida (que ela não gost) ela decide descer do e esperar na lanchonete Waffle Hause. 
Esse é o primeiro conto. E o que eu mais gostei, não conhecia a autora Maureen Johnson, e me apaixonei pela sua escrita, leve, engraçada e envolvente. Já quero ler mais livros dela. A Jubileu é divertida, na Waffle Hause ela conhece Stuart, e o conto começa a ficar mais interessante e fofo.


JP, Duke e Tobin estão em casa assistindo filme, os pais de Tobin não podem voltar para a casa por causa da nevasca, e eles não tem muito que fazer, até o amigo deles Keun que trabalha na Waffle Hause ligar para eles e pedi que eles fossem para a lanchonete, pois está cheio de líderes de torcidas muito lindas. E mesmo com a nevasca ele vão, e várias coisas acontecem no caminho, e um detalhe muito importante, Duke é uma menina, e nesse caminho Tobin meio que descobre que ela não é apenas uma amiga para ele.
Esse é o conto do John Green, e sou apaixonada pelos livros dele, mas não gostei muito desse conto, é bem escrito, mas a história não prendeu minha atenção como eu gostaria.


Addie está achando o natal uma droga, ela magoou o namorado e eles acabaram terminando ela mandou um e-mail para ele, mas ele não apareceu na hora combinada. E agora está arrependida e triste, as amigas até tentam fazê-la se sentir melhor, mas ela acaba brigando com Dorrie, que fala que ela é muito egoísta, mas ela quer provar que não, e ela promete a Tegan a outra amiga que vai pegar o mini porco de estimação para ela, no intervalo do trabalho (ela trabalha em uma Starburks, deve ser uma delícia né?) Mas várias coisas acontecem, até ela mesma perceber que realmente precisa mudar.
Ok, agora estou em dúvida se esse ou o primeiro conto é o meu favorito. Esse fez com que eu soltasse vários “Awnn!” “Que fofo!” quando apareciam os personagens que apareceram nos contos anteriores, a Lauren Myracle que eu também não conhecia fechou o livro com um conto muito bom, e é o conto que tem a citação favorita do livro, e até postei na Fan Page do blog AQUI.

E gente estou sem internet em casa, por isso não estou postando frequentemente, e se comentarem, pode ser que eu demore de aprovar os comentários. E com antecedência já desejo um feliz natal a todos e muito obrigada por tudo!!!

Gilmore Girls 6ª Temporada (com SPOLERS)


Sinopse: Elas poderiam ser chamadas de Garotas Gilmore se não estivessem mais juntas? Ao final da Quinta Temporada, Rory deixou Yale para trás e se mudou para a casa de Emily e Richard - uma decisãoque partiu o coração de Lorelai. Isso aaté que veio a calhar, porque metade desse coração pode ser incrivelmente feliz graças a um novo estágio atingindo no seu relacionamento com Luke. Enquanto isso, a outra metade lamenta e parece que todos na cidade querem ver mãe e filha reunidas novamente. Mas pode ser que essa missão seja confiada a um inesperado forasteiro.
É claro, existe muito mais: Lane tem uma surpresa que a encherá de alegria. Luke tem uma surpresa que será decisiva em seu relacionamento com Lorelai. O que não é surpresa para ninguém é a inteligência e o humor nos diálogos de Gilmore Girls, marcas registradas de uma série que conquistou fãs fiéis.
Nº de episódios: 22
O primeiro foi ao ar em: 13/09/2005
Transmitida por: Waner Bros

A temporada começa com a Rory morando com os avós, e isso me deixa muito chateada, por que apesar de tudo que eles já fizeram com a mãe dela, ela vai morar lá, e a Lorelai não tem muito o que fazer, achei bem legal a atitude dela, apesar de sofrer muito sem a filha por perto, ela deixa a Rory passar por tudo isso, por que ela precisa viver isso. E a Rory só acorda para a vida, quando o Jess vai visitá-la e eu tipo comemorei muito esse episódio, por que como sabem eu amo o Jess. E o Logan em vários momentos age como um idiota, mas ao longo da temporada ele se transforma bastante. 

E eu sentir muita raiva de um personagem que nunca imaginaria que sentiria, o Luke. Nessa temporada ele descobre que tem uma filha, e apesar de tudo que já viveu com a Lorelai (ele não queria que a Lorelai escondesse mais nada sobre o Christopher) ele não conta pra ela, e lógico que ela acaba descobrindo. E o pior, ele não deixa a Lorelai ter nenhum contato com a filha, e tipo “Oiii! Cara você quer casar com ela e ela tem que  conhecer sua filha!” E lógico que isso não dá certo e acaba desgastando o relacionamento deles, no último episódio Lorelai pede para eles fugirem e se casarem, e ele não vai, e assim termina o noivado, espero ver eles juntos no final :D

E a Lorelai acaba fazendo um besteira, vai atrás do Christopher, e eu não gosto dele, concordo com a Rory, que sempre que ele aparece na vida delas, tudo se torna uma bagunça. Ah, o relacionamento da Lorelai com os pais continua a mesma coisa, um pouco pior nos meses que a Rory mora com eles, mas a mesma coisa, continuo não suportando a Emily. Outra que não suporto mais é a Paris, sempre quando ela aparece é certeza de que vou passar raiva. 

Episódios favoritos:
O som das balalaicas (08), A vida da Rory continua uma bagunça. Jess reaparece na vida dela, para falar que escreveu um livro (♥) e dá um bom sermão, de como aquela pessoa não é a Rory que ele conheceu. Muito amor pelo Jess.
A volta da filha pródiga (09), Rory volta para a casa da mãe! Finalmente! Fiquei feliz e emocionada com a cena!
Sexta, Um bom dia para brigas (13), Lorelai e Rory vão jantar com Richard e Emily, e acontece o jantar mais famoso da série, com muitas brigas, muitas, muitas mesmo! Entre os quatro, entre Rory e Lorelai, entre Rory e Emily, entre Emily e Richard, entre Richard e Lorelai. Mas o mais engraçado é que entre um briga e outras eles se dão bem e dão até risadas juntos! Memorável esse episódio!!!

Tá acabando... Só falta mais uma temporada :(
Beijos!!!

Livro que li: As Crônicas dos Kane #1 A Pirâmide Vermelha, Rick Riordan


Sinopse:  Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Enquanto Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão viajava pelo mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Julius Kane.

Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas.
Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.

Nº de Páginas: 445
Editora: Intríseca
***
Carter e Sadie Kane perderam a mãe Ruby quando eram crianças, e o pai Julius, quase não falava sobre o acidente, e desde a morte da mãe eles cresceram separados, Sadie morando em Londres com os avós e Carter viajando pelo mundo com o pai, que ele pensa que é apenas um egiptólogo e faz pesquisa sobre o antigo Egito. Alguns anos se passam e Carter com 14 anos e Sadie com 12 se reencontram em uma das duas visitas anuais que o pai e o irmão vão visitá-la em Londres, mas logo de cara eles percebem que alguma coisa está errada, o pai deles está planejando alguma coisa e não conta para nenhum dos dois. E o que Julius faz acaba revelando para Sadie e Carter que as lendas e histórias egípcias existem de verdade, os deuses egípcios existem e se apoderam de alguns seres humanos que tem sangue de faraó, o que é o caso de Carter e Sadie. E eles vão ter que lutar para salvarem seu pai, a si mesmos e o mundo.

Mais um livro de Rick Riordan, e eu nunca vou me cansar de elogiá-lo! Uma história interessante e inteligente, e que me prendeu do inicio ao fim, essa autor tem esse dom de nos fazer não querer largar o livro. Tem a mesma pegada de Percy Jackson, em nenhum momento a história fica parada, sempre acontece alguma coisa, e sempre tem mistérios. O Carter é um personagem pode se dizer reservado na dele, mas tem personalidade forte, já a Sadie de cara percebemos que ela tem personalidade forte e cheia de atitude.

E do mesmo jeito que a série Percy Jackson não posso falar muito sem revelar vários spoilers, e outra coisa, já estou com vontade de pesquisar sobre mitologia egípcia. E lógico já estou com vontade de ler o segundo volume da trilogia. 

Resultado: Box Gilmore Girls 1ª Temporada


Oi gente!!! Eu peço milhões de desculpas por não ter divulgado o resultado antes, mas dessa vez não foi culpa do minha procrastinação e sim por que estava sem internet desde sábado a noite, e podem ter certeza isso não me deixou nada feliz, porque como sabem ou não eu sou bem viciada em internet.
Mas sem mais delongas! A sortuda foi...

a Rafflecopter giveaway

Já enviei o e-mail para a Camila, se ela não entrar em contato comigo até sexta-feira eu refaço o sorteio!
E aguardem logo logo vai ter mais sorteios aqui no blog!
Beijos e muito obrigada!!!

Filme que vi: Percy Jackson e o Ladrão de Raios


Sinopse: O arteiro Percy Jackson está encrencado na escola, mas esse nem de longe é seu maior desafio. Estamos no século 21, mas os deuses do Olimpo saem das páginas dos livros de mitologia grega de Percy e entram em sua vida. Ele descobre que seu pai verdadeiro é Poseidon, deus dos mares, o que significa que Percy é um semideus – metade humano, metade deus. Ao mesmo tempo, Zeus, rei de todos os deuses, acusa Percy de roubar seu raio, a primeira e verdadeira arma de destruição em massa. Agora, Percy tem de se preparar para a maior aventura de sua vida, e os riscos não poderiam ser maiores.

Direção: Chris Columbus
Gênero: Comédia/Fantasia
Origem: Canadá/Estados Unidos
Duração: 119 minutos

***
Nos dias atuais, os deuses Olimpianos existem e tem relacionamentos amorosos com os humanos, e dessas relações nascem os semi-deuses. Logo no começo do filme ficamos sabendo que o raio mestre de Zeus foi roubado, e ele acusa o filho de Poseidon, o Percy Jackson. Isso que ele (o Percy) nem sabia que era semi-deus até ser atacado, perder a mãe e ir para o Acampamento Meio Sangue, onde os filhos de deuses e humanos treinam. E ele vai a procura da mãe.
Antes de tudo eu tenho que fazer uma pergunta: Você já leu o livro? Se não, leia o próximos parágrafo. Se sim, leia o último.
Para que nunca leu o livro e que vai assisti ou assistiu esse filme, provavelmente gostou ou vai gostar do filme, os efeitos visuais são legais, a trilha sonora também. E a história é legal. 
Já para quem leu o livro como eu (resenha AQUI), vai achar uma péssima adaptação! Sério, eu não canso de perguntar, será que é tão difícil adaptar um livro para o cinema? Por que detalhes mínimas são deixados de lado? E por que fazem alterações tão drásticas? Por que??? Essa adaptação foi pior que Crepúsculo, por que começa da cor do cabelo da Anabeth, os filhos de Atena tem cabelos loiros, e o da Anabeth teria que ser loiro por ser filha de Atena, e adivinha? O cabelo dela é castanho. E o que que a deusa Perséfone estava fazendo no mundo inferior em pleno verão? Ela é a deusa das flores e frutos, e passa o verão e a primavera no Olimpo, e o inverno e outono no mudo inferior, e adivinha? Esse filme é no verão! eu poderia continuar comparando, e falando de todas as alterações aqui, mas seria um post enorme, então vou parar por aqui.

App Cymera

Esse post já era pra ter saído há alguns dias, mas fui enrolando, como sempre. 
Baixei esse app, por acaso, não estava gostando mais dos filtros do Instagram e achei esse no Google Play, baixei e me apaixonei! E o melhor de tudo, é gratuito, para baixar cliquem AQUI
Eu estou usando há mais de duas semanas e cada vez acho melhores efeitos, pra mim é o melhor app de edição de fotografia para celular, isso por que é o único que eu uso, e por que o meu celular é Android. 


1. Primeiro a gente escolhe se queremos tirar a foto ou usar alguma da galeria 2. Na hora de tirar a foto a imagem fica meio estranho, mas a foto sai na posição certa hehe


1. Estão vendo a foto na posição certa :D (achei isso muito estranho, mas ok) 2. Opção de cortar 3. E uma das partes que eu mais gosto! Escolher o filtro, esse app tem várias opções


1 e 2. Esses são os dois filtros que mais gosto e uso, o Sweet e o Retro 3. Para quem gosta de usar borda, tem várias também, eu particularmente não gosto.


1. Os efeitos de luz são bem legais 2. E para quem gosta de tirar foto dos quotes de livros, essa opção do borrado na horizontal é muito legal, o foco só fica na parte que selecionamos 3. E ferramenta de texto, que é bem completa também, como vou mostrar abaixo.


Achei bem completa essa parte de texto, podendo escolher a fonte, cores, e estão vendo essa opção nas cores com varias cores juntas? Então, o texto sai todo colorido.


E depois acabei explorando mais efeitos. 1. O brilho, pra melhorar a iluminação, escurecendo ou clareando 2. Gente amei usar a nitidez no máximo! Depois me arrependi de não ter deixado a foto assim 3. Já falei da opção de luz, mas na foto lá atrás é na opção de cor, e na opção de temas, temos esses efeitos lindos.

Alguém mais usa? Gostam também, ou usa outro aplicativo, me falem pra eu experimentar também :D Ahh se quiserem ver o resultado das fotos que eu tirei ou das futuras, é só me seguir no Instagram!
Beijos! E obrigada por tudo!!!

Gilmore Girls 5ª Temporada (com SPOILERS)


Sinopse: Gilmore em alta: Lorelai. O Dragonfly Inn é um tremendo sucesso. E o romance de Lorelai e Luke (justamento o relacionamento que os fãs torciam para dar certo!) esquenta Stars Hollow. Gilmore em baixa: Rory . Faculdade, os rapazes e os planos de carreira vão por água a baixo, deixando a outrora garota super confiante, insegura. Apertem os cintos para uma fabulosa , divertida e dramática quinta temporada. A perspicácia , o charme e a excentricidade que cativaram legiões de fãs das Gilmore Girls mantêm-se também nos 22 episódios do quinto ano da série. Acrecidos de mais brilho e um trabalho excepcional de um elenco coadjuvante: Sookie, Paris, Lane, Kirk, Michael, papai e mamãe Gilmore e toda a cidade.
Nº de Episódios: 22
O primeiro foi ao ar em: 21/09/2004
Transmitida por: Waner Bros


Que temporada emocionante!
A 5ª temporada começa, com Rory viajando pela Europa com a avó, isso depois de ter ficado com o Dean. Quando ela volta, eles ficam juntos novamente, e olha achei um saco, o Dean não tem nada de interessante, e em vários momentos ele não quer aparecer na frente dos outros com a Rory, para não magoar a ex-mulher, e sim a Rory ficou com ele enquanto era casado, e fiquei com raiva dos dois, sério. Mas  no episódio 7 começamos ver que o relacionamento não vai muito longe e no episódio 8 quando Dean vai buscar a Rory em uma festa na casa dos avós, ele percebe que não faz parte do mundo dela e termina. 

Falando dos relacionamentos da Rory, ainda sou apaixonada pelo Jess, mas o Logan é um fofo, apesar de ter feito aparecer a pior parte da Rory, mas ela é humana e jovem, estranho seria se ela não errasse. Mas fiquei muito triste no fim da temporada, com ela e a Lorelai sem conversarem, e o pior ela foi pedir abrigo na casa dos avós, depois de tudo que eles fizeram para a Lorelai, e falando neles a Emily se superou nessa temporada, não acredito que ela tentou separar a Lorelai e Luke! Vontade de matar a Emily, e um dos pontos fortes da Rory nessa temporada, foi ela cuidando da mãe quando Luke terminou com ela, e enfrentar os avós por causa da mãe.

E falando de Lorelai e Luke, amei cada momentos deles nessa temporada, e chorei quando eles terminaram, eles se amam de verdade! E a reconciliação foi muito legal. E quando estavam separados saia tudo errado no restaurante do Luke, um completa o outro. 
Outras considerações, amei o Jackson enfrentando o Taylor, tava passando da hora de alguém fazer isso, o Taylor é muito chato! Sookie grávida, ela fica muito engraçada grávida. Nessa temporada a série conseguiu alcançar o centésimo episódio, e é um dos meus favoritos. O Kirk aparecendo nas horas mais inusitadas e proporcionando as melhores risadas.

Episódios Favoritos:
Escrito nas estrelas (03), Luke e Lorelai começam a namorar, e a cena da primeira noite deles juntos é muito fofa!
Se você pular eu pulo (07), Rory descobre uma sociedade secreta em Yale, e que Logan faz parte, ela o procura, e ele a ajuda, levando ela para um encontro dos membros da sociedade. E começamos ver que eles combinam, e a cena deles pulando juntos é linda, e podemos esperar um bom romance dos dois.
A volta pra casa(12), Centésimo episódio! Richard e Emily se reconciliam, e vão fazer uma renovação dos votos, achei lindo os dois juntos, transmitiram o quanto são apaixonados um pelo outro. Lorelai flagra Rory e Logan juntos, e depois disso acontece a pior parte desse episódio, Christopher conta que Emily o convidou para a renovação para se aproximar de Lorelai, e com isso Luke termina com ela. 
Então... Bom papo (16), Luke e Lorelai voltam!!!
Beijos!!!


Filme que vi: Jogos Vorazes


Sinopse: Na América do Norte do futuro, o país Panem mantém o controle sobre os cidadãos através de uma competição. Vinte e quatro jovens, representantes de doze distritos, têm que lutar entre si por sobrevivência. Após a convocação da irmã para participar no jogo, Katniss Everdeen, uma garota de 16 anos, se torna voluntária para substituí-la. Na competição, Katniss se vê obrigada a tomar decisões críticas para sobreviver.
Direção: Gary Ross
 Roteiro: Suzanne Collins (romance e roteiro)Gary Ross (roteiro)Billy Ray (roteiro)
 Gênero: Ação/Drama/Ficção Científica
Origem: Estados Unidos
Duração: 142 minutos
***
E mais uma vez assisto um filme fiel ao livro! E eu amo quando isso acontece. Eu li o primeiro volumo da trilogia em agosto e resenhei AQUI. E eu sei demorei um pouco para assisti o filme, mas posso explicar o motivo, eu já tinha começado assisti ano passado, e até onde eu vi já dava para perceber a tensão e o suspense, e eu não gosto muito de filmes (séries) assim. Mas nas últimas semanas estou mais corajosa hehe. E aproveitei para assisti. E vamos falar do filme né?!
No futuro onde ficava existia os Estados Unidos, se transformou em um novo país, Panem, com 12 distritos todos comandado pela Capital, após a revolta do 13º distrito, a Capital iniciou os Jogos Vorazes, onde escolhe uma garota e um garoto entre 13 e 18 anos de cada distrito para se enfrentarem até a morte, só existe um vencedor.
Como disse no começo, é um filme bem fiel ao livro, lógico que tem algumas alterações, mas nada que comprometa a história em relação ao livro. A atriz Jennifer Lawrence no papel de Katniss ficou perfeita, amei muito a atuação dela. E bem o filme todo foi fiel, até nos detalhes, a arena foi bem do jeito que eu imaginei quando lia o livro, e os atores corresponde as descrições do livro. E uma coisa interessante é ver as pessoas da capital, como se vestem e se maquiam engraçado.
Ah sim, entre as pequenas alterações, a única que sentir falta foi a cena do jantar que aparece uma Avox (são pessoas que a Capital consideram traidores e cortam a língua deles e fazem deles serviçais) e não teve, e a Katniss tem um pequena história com ela, e acho que ela pode ser importante nos outros livros/filmes e sim, eu ainda não li Em Chamas, mas agora estou morrendo de vontade.

Livro que li: Toda Poesia, Paulo Leminski


Sinopse (na verdade sobre o autor): Na poesia contemporânea brasileira, poucos autores tiveram a bravura transvestida de nonchalance do curitibano Paulo Lemininski. Tal como Phelippe Petit, o equilibrista francês que, em 1974, fez o temerário percurso sobre a corda estendida entre as Torres Gêmeas um espetáculo de risco e cálculo, Leminski foi corajoso o bastante para se equilibrar entre dois enormes edifícios que rivalizavam naquela mesma década: a poesia concreta, de feição mais erudita e superinformada, e a lirica que florescia entre os jovens da chamada “geração mimeógrafo”.
Ao conciliar em seus poemas a rigidez da construção formal e o mais genuíno coloquialismo, o autor praticou ao longo da vida um jogo de gato e rato com leitores e críticos. Se por um lado tinha pleno conhecimento do que se produzira de melhor na poesia - do Ocidente e do Oriente -, por outro parecia comprazer-se em mostrar um à vontade que não raro beirava ao improviso, dando um nó na cabeça dos conservadores. Pura artimanha, claro, de um poeta consciente e dotado das melhores ferramentas para escrever versos.
Entre sua estreia na poesia em 1976 e sua morte, em 1989, a pouco meses de completar 45 anos, Leminski iria ocupar uma zona fronteiriça única na poesia contemporânea brasileira. Ou melhor: ele mesmo encarnaria essa fronteira em que o erudito  e o pop, o ultraconcentrado e a matéria mais prosaica transitariam, de forma legítima ou como contrabando. Não atoa, um dos títulos mais felizes de sua bibliografia pe Caprichos & relaxos: uma fórmula em um programa poético encapsulados com maestria.
Do raríssimo Qarenta clics em Curitiba ao póstumo Winterverno, das obras mais célebres como Distraídos Venceremos aos versos coletados em “Poemas esparsos”, esta edição percorre pela primeira vez toda a trajetória poética do autor paranaense. O haikai, a poesia concreta, o poema-piada oswaldiano, o slongan e a canção - nada parece ter escapado ao “samurai malandro”, que demonstra aqui, com beleza e vigor, por que tem sido um dos poetas brasileiros mais lidos e celebrados das últimas décadas. Com apresentação da poeta (e sua companheira por duas décadas) Alice Ruiz S, posfácio do crítico e compositor José Miguel Winisk e um apêndice que reúne textos de, entre outros, Caetano Veloso, Haroldo de Campos e Leyla Perrone-Moisés, Toda poesia é uma verdadeira aventura - para inteligencia e sensibilidade.
Nº de páginas: 424
Editora: Companhia das Letras


Admito que não sei como fazer resenha de livros de poesias (e de crônicas, na verdade crônicas ainda saem melhor). E por esse motivo ao invés de falar sobre, vou deixar por conta da sinopse, e mostrar aqui as que eu mais gostei entre uma foto e outra. Uma observação importante, eu já fui muito apaixonada por poesias lá nos meus 14 ou 15 anos, mas diminuiu com o tempo e voltei a ler poesias agora, e ainda tenho que voltar a mim familiarizar com poesias hehe.


O tempo fica
cada vez
mais lento 
e eu 
lendo
lendo
lendo
vou acabar 
virando lenda


Vocês nunca vão saber
quanto doí uma saudade
quando perto vira longe
quanto longe fica perto


Antes que a tarde amanheça
e a noite vire dia
põe poesia no café
e café na poesia